Trombofilia hereditária: uso de heparina de baixo peso molecular e desfechos gestacionais

Estudo verificou se o uso de heparina de baixo peso molecular melhora os desfechos de gestações em mulheres com trombofilia hereditária.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

A gestação, em comparação com mulheres não grávidas, traz um risco 4-5 vezes maior de eventos tromboembólicos nesse período. A tríade de Virchow — hipercoagulabilidade, estase venosa e lesão vascular — está presente numa gravidez de baixo risco e no parto. Obesidade (RR de quase 10x mais chance de TVP para pacientes com IMC acima de 30 kg/m2), restrição de movimentos, técnicas de reprodução (indução ovulação dobra a chance de embolia pulmonar), partos cesarianas (2-4x mais chances de TEP) são alguns fatores presentes no ciclo grávido puerperal capazes de elevar em muito o risco de eventos tromboembólicos.

Leia também: Quando testar para trombofilias hereditárias e adquiridas em uma literatura cheia de controvérsias?

Além desses temos as trombofilias hereditárias. As trombofilias estão presentes em mais da metade dos casos de tromboembolismo venoso na gestação. As formas genéticas mais comuns na Europa são as formas heterozigotas do fator V de Leiden e a mutação do gene 20210 da protrombina. Outras trombofilias como deficiência da proteína S ou C ou ainda deficiência da antitrombina são raras. Os guidelines internacionais ainda são baseados em estudos observacionais. Portanto as doses, tempo de administração entre outros permanecem um pouco obscuras.

Trombofilia hereditária: uso de heparina de baixo peso molecular e desfechos gestacionais

Análise recente

Um estudo publicado no Journal of Obstetrics and Gynaecological Research neste mês de junho foi testar a hipótese se o uso de heparina de baixo peso molecular melhora os desfechos de gestações em mulheres com trombofilias hereditárias. Usando uma metanálise com estudos controlados e observacionais.

A revisão incluiu como desfechos de interesses nascimentos vivos e desfechos adversos gestacionais. As Estimativas de risco geral foram agrupadas usando meta-análises de efeitos aleatórios. Dez estudos randomizados e doze coortes foram incluídos. O uso de heparina de baixo peso molecular foi efetiva em diminuir os riscos de desfechos gravídicos adversos (RR 0,76, IC 95% 0,61-0,95; p = 0,020). Nas metanálises dos estudos de coorte os resultados mostraram que o uso de heparina de baixo peso molecular melhoraram o número de nascidos vivos (RR 1,86; IC 95%: 1,09 – 3,19; p = 0,020) assim como reduziu significativamente os desfechos gestacionais adversos (RR = 0,46; IC 95%: 0,31 – 0,69: p < 0,001) em mulheres com trombofilia hereditária.

Saiba mais: Quais trombofilias necessitam de anticoagulação profilática na gestação?

Conclusão

Conclui-se , assim, que o uso de heparina de baixo peso molecular tem um benefício potencial na redução de risco de desfechos desfavoráveis e melhora no índice de nascidos vivos em mulheres com trombofilia hereditária. Outros estudos com amostras maiores são necessários para complementação deste estudo, garantindo ainda mais a eficácia da heparina baixo peso molecular nessas portadoras de trombofilia hereditária.

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão
# Chen Y, Wang T, Liu X, Ye C, Xing D, Wu R, Li F, Chen L. Low molecular weight heparin and pregnancy outcomes in women with inherited thrombophilia: A systematic review and meta-analysis. J Obstet Gynaecol Res. 2022 Jun 3. DOI: 10.1111/jog.15319. Epub ahead of print. PMID: 35661489. # Middeldorp S, Naue C, Köhler C. Thrombophilia, Thrombosis and Thromboprophylaxis in Pregnancy: For What and in Whom? Hamostaseologie. 2022 Feb;42(1):54-64. DOI: 10.1055/a-1717-7663. Epub 2022 Feb 23. PMID: 35196731.