Enfermagem

Unidos pela Cura: uma política exitosa no diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil

Tempo de leitura: 3 min.

No dia 23 de novembro comemora-se o Dia Nacional de Enfrentamento ao Câncer Infantil. Essa data tem relevância pois o câncer é a 1ª causa de morte infanto-juvenil no Brasil. Considerando a epidemiologia do agravo, surgem 12.500 novos casos novos por ano no país e 55 óbitos por semana. Apesar disso, o diagnóstico precoce aumenta em 80% as chances de cura.

Nesse viés, é necessário a reflexão sobre o tema para contribuir com a construção de políticas específicas, que garantam acesso a medicamentos, acesso à leitos e consultas, dentre outros.

Leia também: ENDO 2021: gerenciamento de precisão dos efeitos endócrinos tardios em sobreviventes de câncer infantil

Questão pública

Na perspectiva da construção de Políticas Públicas, em 08 de dezembro de 2015 foi instituída a Portaria Nº 2.439/GM que cria a Política Nacional de Atenção Oncológica, por meio da Promoção, Prevenção, Diagnóstico, Tratamento, reabilitação e Cuidados Paliativos, sendo revogada pela Portaria Nº 874, de 16 de maio de 2013. Desde então, novas portarias foram instauradas para garantir a integralidade da assistência ao paciente oncológico, ou seja, a consulta na Atenção Primária (primeiro acesso), o encaminhamento à rede especializada e a investigação da doença (exames laboratoriais, imagem e biópsia), o tratamento e os cuidados paliativos.

A Atenção Primária à Saúde (APS) é a porta de entrada da população e é nesse espaço que as crianças com suspeita de câncer são atendidas para investigação diagnóstica. Nessa lógica, é necessário que a equipe de APS esteja capacitada a identificar sinais e sintomas do câncer na infância e na adolescência, a fim de conduzir a assistência integral e o fluxo da Rede de atendimento.

Existe desde 2005 a Política Pública de promoção do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil no Rio de Janeiro, chamado Unidos pela Cura. Essa política possui três eixos: Capacitação dos profissionais da APS; Organização do fluxo dos casos suspeitos de câncer infantojuvenil da APS para atendimento terciário; Avaliação e monitoramento dos resultados.

Saiba mais: Déficits neurocognitivos associados à perda da audição em sobreviventes de câncer na infância

Os profissionais capacitados para reconhecer e encaminhar essa criança/adolescente o fazem, e em conjunto com o fluxo de encaminhamento pré estabelecido garantem um acolhimento, investigação e início do tratamento (quando confirmado) de casos suspeitos dentro de hospitais de referência.

Todas as unidades de saúde, mesmo as que ainda não receberam capacitação/treinamento possuem o cartão da Unidos pela Cura, e é através dele que uma consulta pode ser agendada em até 72 horas em um hospital especializado.

O paciente chega com o cartão, passa pela consulta e realiza os exames necessários, ao confirmar o diagnóstico o tratamento é iniciado. A criança e ou adolescente contam com acompanhamento de uma equipe especializada, exames, quimioterápicos e outros medicamentos que são administrados de acordo com o protocolo de seu diagnóstico.

Importância do ambiente lúdico

A cura do câncer está ligada ao diagnóstico precoce, infelizmente nem todos chegam através deste caminho e perdem a chance de cura por apresentam doença avançada, para estes os protocolos são seguidos e os cuidados paliativos iniciados a fim de proporcionar ao paciente controle dos sinais e sintomas, qualidade de vida e minimização do sofrimento.

Todo tratamento do público infanto-juvenil é realizado em um espaço lúdico que conta com brinquedos, livros e jogos virtuais, espaço que garante que este público tenha um pouco de diversão enquanto aguarda sua consulta, internação ou procedimento.

Quem trabalha na área pediátrica sabe o quanto o brincar é importante, a criança que brinca no ambiente hospitalar apresenta-se menos agitada e mais colaborativa com os procedimentos, e é exatamente o que proporciona este lindo projeto a criança tem o direito de brincar enquanto busca sua cura.

Em cojunto com Liziane Barros

Enfermeira mestre em saúde e tecnologia no ambiente hospitalar pela UNIRIO, especialista em pediatria pela UFRJ e em docência do ensino superior pela Cândido Mendes.

Referências bibliográficas:

  • Ministério da Saúde (BR). Manual instrutivo do Financiamento da Atenção Primária à Saúde. Previne Brasil. Brasília-DF. 2021. (Acesso 09/11/2021).
  • Gandra A. Unidos pela Cura Reduz Tempo para Diagnóstico de Câncer Infantojuvenil. Agência Brasil. Rio de Janeiro. 2019. (Acesso em 09/11/2021).
  • PORTARIA Nº 874, DE 16 DE MAIO DE 2013 que Institui a Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer na Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt0874_16_05_2013.html (Acesso em 08/11/2021).
  • Unidos Pela Cura. [site] Disponível em: https://desiderata.org.br/project/unidos-pela-cura/ (Acesso em 08/11/2021).
Compartilhar
Publicado por
Mariana Marins

Posts recentes

Suplementos Alimentares no Idoso: pontos de atenção

Os idosos são um grupo de atenção quando o assunto é suplementos alimentares. Saiba mais…

1 hora atrás

Morte encefálica: faz sentido um anestesista em uma cirurgia para doação de órgãos?

A anestesia é usada para amenizar a resposta fisiológica resultante da morte encefálica e otimizar…

2 horas atrás

Você conhece a sequência atrasada de IOT? [podcast]

Neste episódio, o intensivista Vinicius Zofoli conversa sobre a realização da sequência atrasada de intubação…

3 horas atrás

SUS: Sancionada lei que amplia prevenção de câncer em mulheres

Foi sancionada a lei que amplia a prevenção, a detecção e tratamento de diferentes tipos…

4 horas atrás

O escore MELD sódio deve ser ajustado por sexo?

Um estudo avaliou os parâmetros laboratoriais do escore MELD de forma a propor um ajuste…

5 horas atrás

Uso de LOLA no tratamento de encefalopatia hepática aguda grave

A encefalopatia hepática é uma disfunção do sistema nervoso central causada por insuficiência hepática e/ou…

6 horas atrás