Ventilação com bolsa-máscara reduz risco de hipoxemia na intubação?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

A sequência rápida de intubação (SRI) foi originalmente descrita por anestesistas como uma forma de rápido acesso à via aérea com menor risco de aspiração. O foco era em pacientes com “estômago cheio”. Com o tempo, emergencistas e intensivistas adaptaram o protocolo para as intubações de urgência, visto que muitos pacientes não estão mesmo em jejum. Em artigos anteriores, descrevemos como é a metodologia da SRI em detalhes.

Recentemente,o NEJM publicou um ensaio clínico muito interessante. A proposta dos autores foi realizar ventilação com bolsa-máscara (o coloquial “Ambu”) após a indução (hipnótico com bloqueador) e antes da laringoscopia, comparando com grupo controle, no qual a pré-oxigenação foi feita apenas antes da indução. Vantagem: maior pré-oxigenação; desvantagem: insuflação gástrica e risco de aspiração. O estudo foi multicêntrico e recrutou 401 pacientes na terapia intensiva. A idade média dos participantes foi 60 anos e a principal doença era sepse com hipoxemia e insuficiência respiratória.

Leia maisATLS 10: confira mudanças no manejo da via aérea

O resultado mostrou que houve menor risco de hipoxemia, sem risco de aspiração, no grupo que recebeu ventilação com bolsa-máscara. Com isso, a proposta desse grupo é:

Claro que como todo ensaio clínico, é necessário replicar os resultados com outros estudos. Em especial, há interesse em comparar com oxigenação passiva por cateter nasal e com VNI, outros métodos usados para melhorar pré-oxigenação e tempo de apneia.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

  • CASEY, Jonathan D. et al. Bag-Mask Ventilation during Tracheal Intubation of Critically Ill Adults. The NEJM DOI: 10.1056/NEJMoa1812405
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar