Artrite reumatoide: qual é o impacto do tratamento com DMARDS na PA?

Em novo estudo, pesquisadores investigaram o efeito do uso de DMARDS para artrite reumatoide (AR) na pressão arterial (PA).

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Em novo artigo do Journal of Clinical Rheumatology, pesquisadores investigaram o efeito do uso de medicamentos modificadores do curso da doença (em inglês, Disease Modifying Antirheumatic Drugs – DMARDS) para artrite reumatoide (AR) na pressão arterial (PA). Os resultados foram publicados em junho.

Através da base de dados do Veterans Affairs, pesquisadores encontraram episódios de administração de metotrexato, leflunomida, sulfassalazina, hidroxicloroquina, prednisona e inibidores do fator de necrose tumoral em pacientes com AR. Alterações na PA sistólica e diastólica e o risco de hipertensão foram analisadas antes e durante o tratamento.

LEIA MAIS: Você sabe diagnosticar a artrite reumatoide?

pressao arterial

DMARDS E HIPERTENSÃO

No total, 37.900 cursos de tratamento em 21.216 pacientes contribuíram com dados. No geral, não houve alterações na PA sistólica ou PA diastólica nos seis meses antes do início do tratamento (P > 0,62). Em contraste, foi observado um declínio na PA sistólica (β = -1,08 [-1,32 a -0,85]; P <0,0001) e na PA diastólica (β = -0,48 [-0,62 a -0,33]; P <0,0001) nos seis meses após o início do tratamento com DMARDS.

O maior declínio foi observado entre os usuários de metotrexato e hidroxicloroquina. Os usuários de metotrexato foram 9% mais propensos a ter uma PA ideal após 6 meses de tratamento. Pacientes tratados com leflunomida tiveram aumentos na PA e um maior risco de hipertensão incidente em comparação com os pacientes tratados com metotrexato (HR 1,53 [1,21 a 1,91]; P <0,001).

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que:

  • No tratamento da artrite reumatoide, o metotrexato e a hidroxicloroquina estão associados com melhora da PA.
  • Em contraste, o uso de leflunomida está associado a um aumento na PA e um maior risco de hipertensão.

LEIA MAIS: DMARDS ajudam a reduzir risco de demência em pacientes com artrite reumatoide

Referências:

  • Baker JF et al. Initiation of Disease-Modifying Therapies in Rheumatoid Arthritis Is Associated With Changes in Blood Pressure. J Clin Rheumatol. 2018 Jun;24(4):203-209. doi: 10.1097/RHU.0000000000000736.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades