Rafael Abbud

Médico residente em Neurocirurgia pela Universidade Federal Fluminense ⦁ Graduado pela Universidade Estácio de Sá ⦁ Membro da North American Spine Society e American Academy of Neurology ⦁ Contato: dr.rafaelabbud@gmail.com

Hidroanecefalia x hidrocefalia máxima: você sabe a diferença?

A diferenciação entre hidroanecefalia e hidrocefalia máxima é crucial para a definição do prognóstico neonatal e ao mesmo tempo um desafio.

Cirurgia na DREZ para dor crônica: Você sabe o que é?

Dorsal root entry zone ou DREZ, trata-se do procedimento microcirúrgico que provoca lesão na zona de entrada da raiz dorsal.

Abordagem médica ao paciente com tumor cerebral

A abordagem de suporte ao paciente com tumor cerebral consiste, principalmente, na condução e no tratamento de sintomas secundários.

Dor intratável de origem medular: características clínicas e implicações para a cirurgia

Dor espinhal ocorre em 30% dos pacientes com lesão medular. Estas dores têm como característica sua refratariedade a tratamento, evoluindo para cirurgia.

Internação em UTI no pós-operatório de tumores cerebrais supratentoriais

Diminuir o número de internações em UTI pode significar proporcionar um ambiente pós-operatório mais silencioso e menos estressante para os pacientes.

Hipertensão intracraniana: como predizer e quando indicar tratamento?

As novas diretrizes da Brain Trauma Foundation apoiam e orientam o tratamento da hipertensão Intracraniana no TCE grave. Saiba mais:

Conheça as bases do tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson

Atualmente, as cirurgias para os distúrbios motores da doença de Parkinson se tornaram muito mais precisas e menos lesivas. Saiba mais:

Veja o que você precisa saber sobre cordomas de base de crânio

Cordoma é uma neoplasia rara, maligna, com alta taxa de recorrência e pode ocorrer em qualquer local da notocorda. Saiba mais:

Residência Médica: qual impacto de médicos em formação no atendimento?

Vários estudos vêm sendo produzidos para identificar o quanto a presença médicos na Residência Médica impacta na qualidade de cada tipo de especialidade. Saiba mais!

Lesões traumáticas de nervos periféricos: quando e como operar?

Mesmo após reparo cirúrgico, as lesões traumáticas de nervos periféricos não restabelecem a função acometida. Saiba como proceder a seguir:

Entrar | Cadastrar