Consumir chocolate amargo com azeite pode melhorar função endotelial

Segundo estudo apresentado no congresso da ESC 2017, o consumo diário de um pequeno pedaço de chocolate amargo combinado com azeite pode melhorar a função endotelial.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Segundo estudo apresentado no congresso da European Society of Cardiology (ESC) de 2017, o consumo diário de um pequeno pedaço de chocolate amargo (pelo menos, 70% cacau) combinado com azeite pode melhorar a função endotelial.

O chocolate já foi associado a redução do risco cardiovascular e de fibrilação atrial. Para essa análise, pesquisadores objetivaram examinar os efeitos de consumir chocolate amargo enriquecido com azeite ou maçãs secas em células progenitoras endoteliais e metabólitos relacionados ao risco cardiovascular.

Quatorze homens e 12 mulheres que viviam na Toscana, na Itália, com idade média de 51, IMC médio de 29 kg/m² e, pelo menos, três fatores de risco cardiovascular participaram do estudo.

A maioria dos participantes tinha excesso de peso (20) ou história familiar de DAC (19), seguida de dislipidemia (15), hipertensão (14) e tabagismo ativo (9). Eles foram randomizados para comer uma barra de 40g de chocolate amargo contendo 10% de azeite extra virgem, todos os dias, por 4 semanas, e posteriormente, 2,5% de maçãs secas, todos os dias, também por 4 semanas.

– No final do mês de chocolate com azeite: participantes não apresentaram alterações significativas na glicose, colesterol total, HDL, LDL, triglicerídeos ou pressão arterial diastólica ou sistólica.

– No final do mês de chocolate com maçãs secas: os níveis de colesterol LDL nos participantes aumentaram de 132 para 142 mg/dL (P = 0,03). Não houve alterações significativas nas células progenitoras endotélias ou nos marcadores bioquímicos.

Para os pesquisadores, a melhora na função endotelial com o chocolate amargo + azeite deve-se ao efeito aditivo dos polifenóis no azeite e no cacau.

Veja também: ‘Alimentos e a saúde cardiovascular: o que faz bem?’

Referências:

  • Di Stefano R, Felice F, Belardinelli E, et al. Extra virgin olive oil and apples enriched dark chocolate consumption and endothelial function: a randomized crossover trial in patients with cardiovascular risk factors. European Society of Cardiology (ESC) 2017 Congress. August 29, 2017, Barcelona, Spain. Abstract P5319
  • Olive-Oil-Enriched Dark Chocolate May Improve Endothelial Function – Medscape – Sep 07, 2017.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades