Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Coronavírus: características de Covid-19 em pediatria, na China
médica realizando exame físico em bebê com coronavírus

Coronavírus: características de Covid-19 em pediatria, na China

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

Recentemente, a epidemia da doença causada pelo coronavírus, Covid-19, tem preocupado diversos países, incluindo o Brasil. Os relatos são de que a doença se apresenta com maior gravidade em idosos e pessoas com comorbidades como doenças respiratórias e cardiovasculares.

Ainda não se sabe ao certo, porém, a repercussão dessa epidemia no público pediátrico, uma vez que existem poucos relatos de casos e informações epidemiológicas a respeito.

Em 12 de março de 2020, o New England Journal of Medicine (NEJM) publicou uma correspondência de pesquisadores chineses relatando a ocorrência de seis casos de Covid-19 em crianças.

 

Coronavírus em pediatria

A média de idade das crianças foi de três anos (variando de um a sete anos). Todas as crianças eram previamente hígidas, e não foi possível identificar a fonte de infecção em um paciente.

Os sintomas mais comuns foram: febre acima de 39 °C (em todos os pacientes), tosse (em todos os pacientes) e vômitos (em 4 pacientes). Quatro pacientes apresentaram indícios radiológicos de pneumonia, com tomografias sugerindo pneumonia com padrão viral. Uma criança necessitou de internação em UTI. Houve recuperação do quadro em todos os pacientes (média de 7,5 dias), e todos fizeram uso de tratamento empírico com antibióticos, antivirais e tratamento de suporte.

Leia também: 

Os autores reforçam que o acometimento de crianças por Covid-19 pode causar doença respiratória de moderada a grave e que pode acontecer no início da epidemia.

Esse relato é importante nesse momento epidemiológico que o Brasil vive, uma vez que as crianças não estão sendo incluídas como grupo de risco. Apesar disso, os pediatras e médicos de urgência devem estar preparados e atentos para a possibilidade de infecções graves por Covid-19 em crianças.

Autora:

Referências bibliográficas:

  • Liu W, et al. Detection of Covid-19 in Children in Early January 2020 in Wuhan, China. The New England Journal of Medicine. March 12, 2020. DOI: 10.1056/NEJMc2003717

2 comentários

  1. Avatar

    OLÁ ME TIRA UMA DUVIDA POR FAVOR. EM CASO DE INTERNAÇÃO INFANTIL, COMO FUNCIONA A QUESTÃO DO ACOMPANHANTE?
    AGRADEÇO DESDE, JÁ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.