Covid-19: Moderna anuncia resultados eficazes da vacina em adolescentes de 12 a 17 anos

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

A Moderna, empresa de biotecnologia americana, anunciou em um comunicado oficial que a sua vacina contra a Covid-19 foi eficaz em adolescentes de 12 a 17 anos. A companhia vai solicitar a autorização da agência regulatória americana, a Food and Drug Administration (FDA) para que o imunizante seja aprovado no país nos próximos dias.

A vacina da Moderna, que usa a tecnologia de RNA mensageiro, não está disponível ainda no Brasil. Esse manual de instruções produzido em laboratório serve para desencadear uma reação das células do sistema imunológico, que cria uma defesa robusta no organismo.

Covid-19: Moderna anuncia resultados eficazes da vacina em adolescentes de 12 a 17 anos

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Como foram realizados os testes da vacina em adolescentes

O estudo não foi projetado para examinar especificamente a eficácia. No entanto, observações iniciais descobriram que nenhuma das crianças que receberam a vacina adoeceu com Covid-19 a partir de 14 dias após a segunda dose. Quatro das crianças que receberam o placebo testaram positivo para Covid-19, o que Moderna diz ser “consistente com uma eficácia da vacina de 100%”. A empresa observa que o número pode mudar à medida que mais dados são coletados.

No ensaio, um voluntário apresentou, pelo menos, dois sintomas da doença ou um sintoma + um teste de Covid-19 positivo.

A companhia ainda analisou o desempenho da vacina após apenas uma dose. Os resultados sugerem que a vacina foi 93% eficaz depois de uma dose na prevenção de casos leves de Covid-19, envolvendo apenas um sintoma da enfermidade em vez de dois ou mais sintomas.

O ensaio incluiu 3.732 participantes. Dois terços receberam a injeção e um terço recebeu injeções de placebo. Houve quatro casos da doença no grupo que recebeu injeções de placebo.

A maioria dos eventos adversos foi de gravidade leve ou moderada; como a dor no local da injeção. Já os eventos adversos sistêmicos mais comuns após a segunda dose foram cefaléia, fadiga, mialgia e calafrios.

Sobre os resultados

Se os dados da vacina da Moderna forem aprovados nos Estados Unidos, será a segunda com autorização de uso em adolescentes de 12 a 17 anos no país. A primeira foi a da Pfizer, que já podia ser aplicada em pessoas a partir dos 16 anos e que recebeu autorização de uso em adolescentes de 12 a 15 anos.

Assim como a da Moderna, a vacina da Pfizer também usa a tecnologia de RNA mensageiro e também teve eficácia de 100% entre adolescentes.

Cerca de 5 milhões de pessoas menores de 18 anos nos Estados Unidos receberam, pelo menos, uma injeção da vacina da Covid-19.

A expansão da autorização de emergência da Moderna seria mais um passo para expandir o acesso à vacina para grupos de baixo risco em países ricos, enquanto a maior parte do mundo luta para imunizar os mais vulneráveis ​​à enfermidade.

Leia também: Covid-19: testes em humanos com a vacina Covaxin são aprovados no Brasil

A Moderna e a Pfizer estão testando suas vacinas em crianças menores, com idades entre 6 meses e 11 anos. Como essas faixas etárias podem exigir doses variadas, o processo provavelmente vai demorar um pouco mais. Segundo especialistas americanos, provavelmente crianças menores de 12 anos não serão vacinadas até o final do ano.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autora:

Referências bibliográficas:

 

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar