Leia mais:
Leia mais:
Imunobiológicos no tratamento da asma
Check-up Semanal: risco de miopia na Covid-19, corticoide na manutenção da asma e mais!
Corticoide oral no tratamento da asma: até onde podemos ir?
Eficácia de longo prazo de um programa de autocuidado da asma em adolescentes
Estudo apoia o uso de dupilumabe para tratamento de asma moderada a grave em crianças de 6 a 11 anos

Eficácia de longo prazo de um programa de autocuidado da asma em adolescentes

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Em um ensaio clínico randomizado realizado nos Estados Unidos, um programa de educação para o autocuidado da asma conduzido por pares foi mais eficaz do que um programa conduzido por adultos na melhoria dos resultados da doença, com benefícios sustentados por até 15 meses. O estudo Long-term Effectiveness of a Peer-Led Asthma Self-management Program on Asthma Outcomes in Adolescents Living in Urban Areas A Randomized Clinical Trial, de Rhee e colaboradores, foi publicado no jornal JAMA Network Open. O objetivo foi determinar os efeitos de longo prazo de um programa liderado por pares no controle, qualidade de vida e manejo da asma entre adolescentes de minorias raciais e étnicas que vivem em áreas urbanas.

A asma é a principal condição crônica de saúde em adolescentes. Em 2019, nos Estados Unidos, 9% das crianças de 12 a 17 anos tiveram um diagnóstico. Embora opções de tratamento eficazes estejam disponíveis, quase 60% dos jovens norte-americanos asmáticos relatam sintomas não controlados.

Leia também: Estudo apoia o uso de dupilumabe para tratamento de asma moderada a grave em crianças de 6 a 11 anos

O autocuidado é um fator associado a altas morbidades por asma em adolescentes residentes em áreas urbanas. Os esforços para melhorar o autocuidado da asma nesses pacientes são imperativos para melhorar os resultados adversos da asma e promover a qualidade de vida. As semelhanças percebidas pelos alunos com uma pessoa que entrega informações podem aumentar a receptividade para as informações transmitidas, melhorando os resultados do programa. Adolescentes com doenças crônicas tendem a buscar e ouvir opiniões e orientações de colegas semelhantes a eles. Adolescentes com asma também valorizam muito o apoio de colegas asmáticos. As interações entre adolescentes com asma estão positivamente associadas ao manejo da asma e ao bem-estar geral. Portanto, capitalizar a dinâmica positiva dos pares na implementação de um programa de autocuidado da asma para adolescentes parece benéfico.

Um programa de educação em asma conduzido anteriormente foi considerado eficaz na melhoria da qualidade de vida em estudos baseados em escolas fora dos Estados Unidos, mas seu efeito no controle da asma permanece desconhecido.

Eficácia de longo prazo de um programa de autocuidado da asma em adolescentes

Metodologia

Rhee e colaboradores conduziram um ensaio clínico randomizado de grupo paralelo de 2015 a 2019 em três cidades nos Estados Unidos: Buffalo, Nova York; Baltimore, Maryland; e Memphis, Tennessee. Práticas clínicas e escolas foram usadas para recrutar participantes com idade entre 12 e 17 anos que tinham asma persistente. Os participantes foram acompanhados por 15 meses após o recebimento da intervenção ou do programa de controle. Após a randomização, os participantes participaram de um acampamento diurno onde um autocuidado manual para asma foi executado com líderes de pares para a intervenção e líderes adultos, como enfermeiras, para o grupo controle. Após o acampamento, os participantes teriam contato bimestral com os líderes, que utilizavam um roteiro padronizado para cada interação. Os scripts eram idênticos para os grupos de intervenção e controle.

Resultados

De 395 adolescentes elegíveis, 35 recusaram, 38 não compareceram ou perderam o contato e dois desistiram antes da randomização. No total, 320 adolescentes participaram do estudo, incluindo 168 meninos (52,5%), 251 adolescentes negros ou afroamericanos (78,4%) e 232 adolescentes (72,5%) com seguro de saúde público. A idade média foi de 14,3 anos.

Dos 320 inscritos, 303 foram incluídos na análise longitudinal. As taxas de resposta foram de 80% ou mais em todos os momentos. Os pesquisadores descreveram que o grupo liderado por pares teve melhora mais significativa nos resultados do que o grupo liderado por adultos. A diferença média ajustada entre a linha de base e 15 meses para qualidade de vida foi de 0,75 versus 0,37 para qualidade de vida (diferença média ajustada entre os grupos, 0,38; intervalo de confiança de 95% [IC95%] 0,07 a 0,63). O controle da asma teve uma diferença média ajustada de 0,59 versus −0,31 para o controle da asma (diferença média ajustada entre os grupos, −0,28; IC 95%, −0,51 a −0,01).

Saiba mais: Tezepelumabe em adultos com asma grave

As diferenças entre os dois grupos foram particularmente notáveis para dispneia, sibilância, uso de β-agonista de curta ação e atividade diária. Os resultados observados não foram afetados pelos contatos bimestrais.

Conclusão

Os pesquisadores concluíram que a educação sobre asma oferecida em um acampamento diurno foi eficaz na melhoria dos resultados da asma e autocuidado em adolescentes de minorias que vivem em áreas urbanas, e os efeitos positivos foram sustentados por 15 meses. Os efeitos do programa foram maiores quando liderados por líderes de pares do que por profissionais de saúde, sugerindo que uma abordagem liderada por pares aproveitando a alta sensibilidade dos adolescentes às influências deles é uma estratégia promissora para fornecer educação de autocuidado da asma para adolescentes de minorias raciais e étnicas que vivem em áreas urbanas. Um programa de asma conduzido por pares implementado em locais como escolas, templos religiosos ou clínicas pode melhorar o acesso à educação sobre asma, amenizando a carga desproporcional da morbidade da asma em adolescentes de minorias raciais e étnicas que residem em grandes comunidades urbanas dos Estados Unidos.

Comentário

Quando se trata de cuidados de saúde com adolescentes, a palavra-chave é acolhimento. O adolescente passa por muitas mudanças físicas e psíquicas cujos comportamentos são muito dependentes do cenário onde ele vive e do apoio que recebe. Quando uma doença crônica está presente, passar por essas mudanças pode ser muito desafiador e doloroso: além das alterações esperadas pela fase de vida, o adolescente portador de uma condição crônica precisa enfrentar a enfermidade e os obstáculos para um tratamento bem-sucedido.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Rhee H, Love T, Wicks MN, et al. Long-term Effectiveness of a Peer-Led Asthma Self-management Program on Asthma Outcomes in Adolescents Living in Urban Areas: A Randomized Clinical Trial. JAMA Netw Open. 2021;4(12):e2137492. Published 2021 Dec 1. doi: 10.1001/jamanetworkopen.2021.37492.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.