Leia mais:
Leia mais:
Fórum de Sepse 2022: Gerenciamento de dados do protocolo de sepse
Fórum de Sepse 2022: tratamento de sepse na era da multirresistência
Fórum de Sepse 2022: biologia molecular – aplicações à beira-leito
Fórum de Sepse 2022: vasopressores devem ser iniciados com a fluidoterapia em pacientes com hipotensão?
Fórum de Sepse 2022: Sepse provável ou sepse possível?

Fórum de Sepse 2022: quando usar betabloqueadores na sepse?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Está ocorrendo, em São Paulo, o XVIII Fórum Internacional de Sepse. O evento tem o objetivo de compartilhar e discutir novidades com todos os profissionais interessados em sepse. O foco é trazer discussões para mudar a realidade da sepse em nosso país. O professor Mervyn Singer palestrou no evento sobre o uso de betabloqueadores na sepse.

monitor de terapia intensiva e betabloqueadores na sepse

Betabloqueadores na spese

Na sepse, a resposta do hospedeiro está associada à modificação do sistema imunológico, hormonal, metabólico, bioenergético e do sistema nervoso autônomo. Tudo isso gera um estado catabólico geral, estimulação adrenérgica excessiva, altos níveis de catecolaminas e depressão miocárdica. A taquicardia é um marcador de estimulação simpática nesses pacientes.

A lesão miocárdica na sepse é mediada por ação catecolaminérgica excessiva e produção de citocinas. Neste contexto, consideramos o uso de betabloqueadores, que modulam essas duas vias. O palestrante ressaltou que há alguns estudos que suportam o uso de betabloqueadores na sepse, mas que estão em andamento ensaios clínicos randomizados (Europa e Inglaterra) que podem ajudar muito a orientar melhor o uso de betabloqueadores neste contexto.

Em geral, foi sugerido o uso em pacientes sépticos com taquicardia persistente que não tenham contraindicação óbvia ao uso dos betabloqueadores. É importante que tenha sido realizada a devida ressuscitação inicial (volêmica/vasopressores) e que o paciente esteja estável, antes de considerar iniciar a medicação. Deve-se ter cautela em pacientes com depressão miocárdica significativa. A dose de infusão inicial deve ser baixa e titulada devagar em algumas horas. A monitorização hemodinâmica com observação do comportamento do débito cardíaco é essencial para esta titulação.

Mensagens práticas

  • Betabloqueadores são uma opção útil no tratamento do choque séptico.
  • O uso deve ser cauteloso. Monitore de perto os pacientes!
  • Os ensaios clínicos ainda estão em andamento. Aguardaremos os resultados e divulgaremos as novidades aqui no Portal PEBMED.
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
#Singer M. Catecholamine treatment for shock—equally good or bad? The Lancet. Comment. V 370, Issue 9588, P636-637, August 25, 2007. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(07)61317-8 #Chacko CJ e Gopal S. Systematic review of use of β-blockers in sepsis. J Anaesthesiol Clin Pharmacol. 2015 Oct-Dec; 31(4): 460–465. doi: 10.4103/0970-9185.169063
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.