GASTROPED 2022: como classificar a doença inflamatória intestinal pediátrica?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A variabilidade de apresentação da doença inflamatória intestinal pediátrica (DIIP) resultou na necessidade de classificação da doença, que vai desde os espectros clássicos como doença de Crohn (DC), retocolite ulcerativa (RCU) e colite indeterminada (CI) até uma classificação que avalia faixa etária dos pacientes, a localização, o comportamento inflamatório da doença e a repercussão no crescimento, por exemplo.

A importância de classificar nossos pacientes tem relação direta com o reconhecimento da expressão clínica possível da doença, assim como a expectativa em relação ao tratamento e às possíveis complicações, visto que, pacientes com o mesmo diagnóstico apresentam manejo clínico diferenciado.

A palestrante, Dra. Elizete Aparecida Lomazi, trouxe a importância da classificação da DIIP, no 18º Congresso Brasileiro de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátrica, reafirmando o objetivo de, através dela, estabelecer riscos, esquema terapêutico, diminuir a complicações e individualizar cada paciente mediante sua própria apresentação. Apesar das classificações, o diagnóstico da DIIP deve ser realizado através da junção dos aspectos clínicos, história, exame físico, exames laboratoriais, endoscopia digestiva alta, colonoscopia, histologia e imagens de intestino delgado, quando necessário.

Dentre as classificações apresentadas, houve destaque para a Classificação de Paris, 2011. Utilizada, visando maior acurácia na classificação fenotípica.

GASTROPED 2022: como classificar a doença inflamatória intestinal pediátrica?

Avaliando na DC:

  1. Faixa etária de início da doença — incluindo uma maior variabilidade de faixas etária;
  2. Localização da doença — topografia gastrointestinal acometida;
  3. Comportamento inflamatório  da doença —  inflamatório/estenosante/penetrante;
  4. Crescimento — repercussão na velocidade de crescimento linear.

Na RCU a classificação de Paris, avalia a extensão e a gravidade da doença.

Classificação de subgrupos de acordo com a idade:

  1. DII Pediátrica < 17 anos;
  2. DII início precoce < 10 anos;
  3. DII Início muito precoce < 6 anos;
  4. DII infantil < 2 anos;
  5. DII Neonatal até 28 dias de vida.

A utilização de inteligência artificial tem sido uma ferramenta emergente para auxílio na classificação da DIIP, não dispensando a avaliação histológica para tal finalidade. Sendo assim, classificar a DIIP a partir das ferramentas disponíveis proporciona o melhor entendimento da apresentação da doença do paciente e assim a instituição individualizada do seu tratamento e prognóstico.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Curso de doenças inflamatórias intestinais — 18º Congresso Brasileiro de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátrica, palestrante Dra. Elizete Aparecida Lomazi — Avaliação e classificação da DII em Pediatria e avaliação dos métodos diagnóstico de DII.  
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.