Leia mais:
Leia mais:
Psoríase: estudo indica superioridade de risanquizumabe em comparação ao secuquinumabe
Risanquizumabe: Medicamento para psoríase é incorporado ao SUS
Aprovado novo medicamento para tratamento da psoríase infantil
SUS disponibiliza novos medicamentos para tratamento da psoríase
Anvisa aprova novo medicamento para psoríase

Pacientes com psoríase em 10% ou mais do corpo têm duas vezes mais chances de morrer

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

Segundo um novo artigo publicado no Journal of Investigative Dermatology, quanto maior for a área de abrangência da psoríase na superfície corporal, maior será o risco de mortalidade para o paciente.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores analisaram 8.760 pacientes que tiveram psoríase e 87.600 indivíduos sem história da doença, através de uma base de dados do Reino Unido. A área de superfície corporal afetada pela psoríase e o número de mortes em cada grupo por pessoa-ano foram alguns dos dados avaliados.

Veja também: ‘Psoríase – qual tratamento é mais eficaz?’

Em um período de follow-up de aproximadamente 4 anos, uma média de 6,39 óbitos por 1000 pessoas-ano foi registrada em pacientes com psoríase em mais de 10% da superfície corporal, em comparação com 3,24 mortes em pacientes sem psoríase.

Após ajustes para outros fatores demográficos, pacientes que tiveram psoríase em mais de 10% da superfície corporal apresentaram 1,79 vezes mais probabilidade de morrer. O risco persistiu mesmo após controle de outros fatores de risco, como tabagismo, obesidade e outras condições médicas importantes.

Pelos resultados, os pesquisadores sugerem que mais pesquisas sejam realizadas para entender melhor as causas específicas da morte em pacientes com psoríase extensa e para analisar se e como o tratamento pode afetar o risco.

E mais: ‘As 5 doenças dermatológicas que todo clínico deve conhecer’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

 

Referências:

  • Noe MH, et al “Objective measures of psoriasis severity predict mortality: A prospective population-based cohort study” J Invest Dermatol 2017; DOI:10.1016/j.jid.2017.07.841.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar