Ministério da Saúde confirma ineficácia do “kit covid” no tratamento contra Covid-19

Ministério da Saúde confirma que os medicamentos do “kit covid” não devem ser utilizados em pacientes hospitalizados por conta da Covid-19. Saiba mais.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

O Ministério da Saúde confirmou, em documento enviado para a CPI da Covid, que os medicamentos cloroquina, hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina não devem ser utilizados em pacientes hospitalizados por conta da Covid-19. Esse grupo de medicamentos ficou conhecido como “kit covid”.

Saiba mais: A narrativa ao redor da ivermectina

Emitido pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do Sistema de Saúde (Conitec), o documento chegou na CPI como resposta à solicitação do senador Humberto Costa. Ele pediu maiores detalhes sobre os procedimentos e protocolos usados no tratamento da Covid-19.

Ministério da Saúde confirma ineficácia do “kit covid” no tratamento contra Covid-19

O que diz o documento sobre o “kit covid”

Segundo a Conitec, os medicamentos do “kit covid” foram testados e não mostraram nenhum tipo de benefício clínico para os pacientes com Covid-19. “Alguns medicamentos foram testados e não mostraram benefícios clínicos na população de pacientes hospitalizados, não devendo ser utilizados”, afirma o documento.

São citados os medicamentos hidroxicloroquina, cloroquina, lopinavir/ritonavir, azitromicina, colchicina e plasma convalescente. O documento afirma que não há evidências que justifiquem o uso da ivermectina e da associação casirivimabe e imdevimabe nos pacientes internados por conta da Covid-19.

Estes medicamentos inclusos no “kit covid”, são os mesmos usados no tratamento precoce, prática defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, mesmo com estudos atestando que não são eficazes no tratamento da Covid-19. 

Estudos sobre a hidroxicloroquina 

Grandes ensaios clínicos, como o RECOVERY e o SOLIDARITY, já haviam suspendido o uso desses medicamentos em suas avaliações após a análise dos dados terem demonstrado ausência de benefício em desfechos clínicos importantes como mortalidade. Estudos investigando seu uso profilático também falharam em demonstrar eficácia.

Uma publicação da Nature trouxe uma meta-análise de ensaios clínicos randomizados sobre o efeito de cloroquina ou hidroxicloroquina na mortalidade por Covid-19. 

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências bibliográficas: 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão