Nos Estados Unidos, a taxa de suicídio teve um aumento entre adolescentes e adultos jovens - PEBMED

Nos Estados Unidos, a taxa de suicídio teve um aumento entre adolescentes e adultos jovens

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Um relatório publicado em 11 de setembro de 2020 pelo órgão americano National Center for Health Statistics mostrou que, nos Estados Unidos, a taxa de suicídio na faixa etária entre 10 e 24 anos foi estatisticamente estável de 2000 a 2007, porém sofreu um aumento de 57,4% nos últimos anos: passou de 6,8/100.000 em 2007 para 10,7 em 2018.

Ao examinar a mudança nas taxas de suicídio médias de 3 anos dos períodos 2007–2009 (7,0) e 2016–2018 (10,3), o aumento percentual nacional foi de 47,1%. Entre 2007–2009 e 2016–2018, as taxas de suicídio aumentaram significativamente em 42 Estados e de forma não significativa em oito. Nenhum estado demonstrou redução nas taxas de suicídio entre adolescentes e adultos jovens.

Leia também: Setembro Amarelo: Como prevenir o suicídio na Atenção Primária à Saúde?

Casos de tentativa de suicídio entre crianças e jovens adultos aumenta nos Estados Unidos

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Dados por estado

Não foi possível avaliar esses dados no Distrito de Columbia devido a um pequeno número de amostra. Aumentos significativos variaram de 21,7% em Maryland (de 6,0 em 2007–2009 para 7,3 em 2016–2018) a mais do que o dobro da taxa em New Hampshire (de 7,0 para 14,7). Trinta e dois Estados tiveram aumentos significativos entre 30% e 60%. Em 2016–2018, as taxas de suicídio em indivíduos de 10 a 24 anos de idade foram mais altas no Alasca (31,4/100.000). Outros estados com taxas de suicídio mais altas foram Dakota do Sul (23,6), Montana (23,2), Wyoming (20,5) e Novo México (19,6). Taxas mais baixas de suicídio ocorreram entre os estados do Nordeste: Nova Jersey (5,7), Rhode Island (5,9), Nova York (5,9), Connecticut (6,3) e Massachusetts (6,4). Apesar de estar entre as taxas mais baixas, Nova Jersey teve um aumento de 39,0% entre 2007–2009 e 2016–2018, Nova York teve um aumento de 43,9% e Massachusetts teve um aumento de 64,1%.

Método

Para a obtenção destes resultados, as taxas de suicídio entre indivíduos de 10 a 24 anos de idade por 100.000 habitantes foram calculadas para cada ano, de 2000 a 2018, para os Estados e anos em que existiram casos suficientes para produzir taxas confiáveis. A mudança percentual entre as médias de 3 anos das taxas de suicídio para 2007–2009 e 2016–2018 foram calculadas para cada área, exceto para o Distrito de Columbia. As taxas de suicídio de 2016–2018 foram comparadas entre os Estados.

Saiba mais: Pandemia por Covid-19 e o risco de suicídio

O suicídio de jovens tornou-se um problema de saúde pública cada vez mais proeminente. Todos os anos, a International Association for Suicide Prevention (IASP) organiza o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (World Suicide Prevention Day). No Brasil, o “Setembro Amarelo” é capitaneado, desde 2014, pela Associação Brasileira de Psiquiatria em parceria com o Conselho Federal de Medicina.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar