Home / Clínica Médica / Novas recomendações para rastreio de câncer de pulmão

Novas recomendações para rastreio de câncer de pulmão

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O câncer de pulmão é a principal causa de mortes por câncer em todo o mundo, tanto em homens quanto em mulheres. Em fases mais avançadas, o prognóstico do câncer de pulmão geralmente é ruim, com uma taxa de sobrevida geral em cinco anos de 20,5%. No entanto, em estágio inicial, tem melhor prognóstico e é mais passível de tratamento. Neste contexto, o rastreio é um ponto importante a ser considerado.

enfermeiro fazendo tomografia de rastreio de câncer de pulmão

Rastreio para câncer de pulmão

A U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF) expandiu recentemente sua recomendação de rastreamento do câncer de pulmão para os americanos. Agora será indicado o rastreio (triagem anual com tomografia computadorizada de baixa dosagem) para todos os adultos de 50 a 80 anos com história de tabagismo de 20 maços-ano e que atualmente fumam ou pararam de fumar nos últimos 15 anos (recomendação de grau B).

Como era a recomendação anterior?

A recomendação anterior era do ano de 2013, quando a USPSTF orientou o rastreamento anual do câncer de pulmão com tomografia computadorizada (TC) de baixa dosagem em adultos de 55 a 80 anos que fumam atualmente ou que fumaram com história de carga tabágica de 30 maços-ano e pararam de fumar nos últimos 15 anos (recomendação grau “B”).

Esta atualização teve como base um estudo que constatou que o rastreamento com as recomendações atuais estaria associado a uma maior redução na mortalidade por câncer de pulmão do que os pontos de corte anteriores (redução de 13% vs. 10%).

Quando interromper o rastreamento?

O rastreamento deve ser interrompido assim que a pessoa não fumar por 15 anos ou desenvolver um problema de saúde que limite substancialmente a expectativa de vida ou a capacidade/vontade de fazer uma cirurgia pulmonar curativa.

Mensagem prática

A USPSTF passa a indicar o rastreio (triagem anual com tomografia computadorizada de baixa dosagem) para todos os adultos de 50 a 80 anos com história de tabagismo de 20 maços-ano e que atualmente fumam ou pararam de fumar nos últimos 15 anos.

Vale ressaltar que esta atualização é com base em estudos na população americana e que, no Brasil, precisamos ponderar o custo-benefício desta conduta a nível populacional. Porém, há base científica para indicar este tipo de rastreio de forma individualizada para pacientes que tenham possibilidade de acesso ao exame.

Leia também: Nova imunoterapia para pacientes com câncer de pulmão

Autora:

Referências bibliográficas:

  • US Preventive Services Task Force. Screening for lung cancer: US Preventive Services Task Force recommendation statement. JAMA. Published March 9, 2021. doi:10.1001/jama.2021.1117
  • Henderson LM, Rivera MP, Basch E. Broadened Eligibility for Lung Cancer Screening: Challenges and Uncertainty for Implementation and Equity. JAMA. 2021;325(10):939–941. doi:10.1001/jama.2020.26422

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.