Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Clínica Médica / Novo escore ajuda a predizer doença grave em pacientes hospitalizados com Covid-19

Novo escore ajuda a predizer doença grave em pacientes hospitalizados com Covid-19

Esse conteúdo é exclusivo para
médicos.

Para ter acesso, identifique-se através do login ou cadastre-se gratuitamente!

Produzido por um grupo chinês, um artigo, publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA), traz o primeiro escore validado e publicado em revista científica de prestígio sobre a predição de ocorrência de doença grave em pacientes internados pela Covid-19.

O estudo, intitulado “Development and Validation of a Clinical Risk Score to Predict the Occurrence of Critical Illness in Hospitalized Patients With COVID-19”, envolveu uma coorte de dados clínicos de 1.590 pacientes com confirmação laboratorial da infecção pela Covid-19 por RT-PCR de 575 hospitais na China, enviados entre o período de 21 de novembro de 2019 e 31 de janeiro de 2020. Uma outra coorte de 710 pacientes diferentes foi utilizada para validação do mesmo.

As perguntas principais do estudo foram:

  1. Quais características epidemiológicas e clínicas estão associadas ao desenvolvimento de formas graves da Covid-19?
  2. Nos pacientes hospitalizados com a Covid-19, essas características podem ser usadas para predição da necessidade de admissão em UTI, ventilação mecânica ou óbito?

Como o escore para Covid-19 foi desenvolvido?

O Covid-19 GRAM score foi desenvolvido a partir de uma coorte de 1.590 pacientes, com avaliação inicial de 72 variáveis. Através de metodologia estatística avançada envolvendo regressão logística e outros métodos, um total de 10 variáveis estiveram relacionadas de forma independente ao risco de doença grave e foram incluídas no escore.

Variáveis incluídas:

  • Anormalidade à radiografia de tórax (OR, 3.39; 95% CI, 2.14-5.38;P < .001)
  • Idade (OR, 1.03;95%CI, 1.01-1.05;P = .002)
  • Hemoptise (OR, 4.53; 95% CI, 1.36-15.15;P = .01)
  • Dispneia (OR, 1.88; 95% CI, 1.18-3.01;P = .01)
  • Inconsciência (OR, 4.71; 95% CI, 1.39-15.98;P = .01)
  • Número de comorbidades (OR, 1.60; 95% CI, 1.27-2.00; P < .001)
  • História de câncer (OR, 4.07; 95% CI, 1.23-13.43; P = .02)
  • Relação neutrófilos-linfócitos (OR, 1.06; 95% CI, 1.02-1.10; P = .003)
  • Desidrogenase láctica (OR, 1.002; 95% CI, 1.001-1.004,P < .001)
  • Bilirrubina direta (OR, 1.15; 95% CI, 1.06-1.24; P = .001)

Leia também: O uso da corticoterapia na Covid-19: resultados do ensaio clínico com dexametasona

Validação do escore

Foi utilizada uma outra coorte de pacientes (710 pacientes) que não foram incluídos na coorte de desenvolvimento do escore (1.590 pacientes).

A performance do escore no processo de validação foi adequada, com um valor preditivo do COVID-GRAM maior que o CURB-65 (utilizado para pneumonia), com um cálculo de área sob a curva (AUC) de 0,75 (95% CI, 0.70-0.80) para uma correta predição de desenvolvimento de doença grave (P < .001). A mesma performance foi atingida quando aplicado na coorte de desenvolvimento do escore (1.590 pacientes).

 

O escore foi disponibilizado pelos autores através de uma plataforma na web, na qual é possível rapidamente fazer o cálculo e aplicar nos seus pacientes internados com a Covid-19. Clique aqui para acessar.

Reprodução da página online do escore de predição de risco de Covid-19 grave

Mais do autor: Anticoagulação e Covid-19: o que temos até agora?

Mensagens práticas

  1. O COVID-19 GRAM score, quando aplicado na admissão de pacientes com Covid-19 ao hospital, permite predição do desenvolvimento de doença grave nesses pacientes.
  2. A predição de gravidade nesses casos ajuda na otimização de terapias, uso de recursos e alocação de pacientes.
  3. Mais estudos são necessários para validar o escore em outras populações, uma vez que foi desenvolvido e validado na população chinesa.

Autor:

Referência bibliográfica:

  • Liang W, Liang H, Ou L, et al. Development and Validation of a Clinical Risk Score to Predict the Occurrence of Critical Illness in Hospitalized Patients With COVID-19. JAMA Intern Med. Published online May 12, 2020. doi:10.1001/jamainternmed.2020.2033

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.