Página Principal > Ginecologia e Obstetrícia > Novo medicamento para depressão pós-parto é aprovado
depressão pós-parto

Novo medicamento para depressão pós-parto é aprovado

Tempo de leitura: 2 minutos.

A U.S. Food and Drugs Administration (FDA), agência americana para regulação de medicamentos, aprovou nesta terça (19) um novo fármaco para o tratamento da depressão pós-parto: o Zulresso (brexanolona) é indicado para uso intravenoso em mulheres adultas.

Brexanolona na depressão pós-parto

Estudos anteriores já haviam demonstrado a eficácia da brexanolona na depressão pós-parto. Para essa aprovação, a FDA analisou dois ensaios clínicos (um com depressão grave e outro com moderada) nos quais participantes receberam uma infusão intravenosa de 60 horas de brexanolona ou placebo. O follow-up foi de quatro semanas.

Em ambos estudos brexanolona demonstrou superioridade ao placebo na melhora dos sintomas depressivos no final da primeira infusão, também observada no final do período de 30 dias.

Disponibilização da brexanolona 

Em um primeiro momento, o tratamento estará disponível apenas através de um programa restrito, que requer que o medicamento seja administrado por um profissional de saúde em uma unidade de saúde certificada. Entre os cuidados com a paciente está o monitoramento da sedação, perda súbita de consciência e oximetria de pulso.

Além disso, as pacientes sob tratamento devem ser aconselhadas a não dirigir, operar máquinas ou realizar outras atividades perigosas nas horas seguintes à infusão.

Reações adversas

As reações adversas mais frequentes incluem sonolência, boca seca e perda de consciência.

Depressão pós-parto

A depressão pós-parto é uma importante causa de morbidade materna, com grande relevância no âmbito da saúde pública. Além das consequências para a própria saúde, as síndromes depressivas que acometem mulheres nos primeiros meses após o parto podem afetar toda a família. A maioria das pessoas em risco são mães com história de depressão, eventos negativos de vida e ausência de apoio social.

Entre os sintomas mais comuns, estão:

  • Irritabilidade
  • Choro frequente
  • Sentimentos de desamparo e desesperança
  • Falta de energia e motivação
  • Desinteresse sexual
  • Alterações alimentares e do sono
  • Sensação de ser incapaz de lidar com novas situações
  • Queixas psicossomáticas
  • Cefaleia
  • Dores nas costas
  • Erupções vaginais
  • Dor abdominal

Depressão pós-parto: veja nova recomendação para prevenção da doença

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.