Página Principal > Colunistas > Qual o mel­­hor tratamento para a fadiga relacionada ao câncer?
médico checando o pulso de paciente acamado

Qual o mel­­hor tratamento para a fadiga relacionada ao câncer?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Um estudo publicado recentemente no JAMA Oncology tentou resp­­­­­­­onder uma pergunta simples, mas muito importante para os pacientes com câncer: qual o melhor tratamento para a fadiga associada a esta doença?

Em uma meta-análise envolvendo 113 estudos, que continham 11.525 pacientes, as quatro principais abordagens realizadas, a saber: exercícios físicos, psicoterapia, a combinação destas duas e a farmacoterapia, fora comparadas para avaliação de eficácia.

Houve uma associação de melhora com a fadiga relacionada ao câncer durante e após o tratamento associada aos exercícios físicos, à psicoterapia e à combinação de ambos, nesta ordem de importância, enquanto que a farmacoterapia não evidenciou benefícios estatísticos.

Mais do autor: ‘ASCO 2017 trouxe novidade para os principais tipos de câncer’

Os estudos também sugerem que a eficácia destas abordagens estava relacionada à características clínicas como o estádio do câncer e ao tratamento basal, dentre outras, e que o resultado das intervenções comportamentais – exercícios e psicoterapia – não se relacionavam com tempo, atenção ou educação, sendo que modos específicos destas abordagens podem se mostrar melhores ao longo da trajetória do tratamento.

Embora o paciente com câncer esteja associado à fragilidade, e muitas vezes se sinta assim, este estudo mostra que medidas simples mas eficazes podem levar a um grande impacto positivo na diminuição da fadiga, um sintoma que limita muito a qualidade de vida dos pacientes, além de todos os outros benefícios aos quais os exercícios físicos e a psicoterapia parecem estar associados. Também aqui, a meta permanece: corpo são e mente sã.

É médico e também quer ser colunista do portal da PEBMED? Inscreva-se!

Autor:

Referências:

  • Mustian K.; JAMA Oncol. 2017;3(7):961-968. doi:10.1001/jamaoncol.2016.6914

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.