Página Principal > Oncologia > Reincidência do câncer: exame de sangue pode ser um aliado na descoberta precoce
rotulos de exames de sangue

Reincidência do câncer: exame de sangue pode ser um aliado na descoberta precoce

Uma nova esperança para pacientes com câncer surgiu com estudos voltados para os tumores de pulmão. Médicos do Instituto Francis Crick, em Londres, conseguiram identificar o retorno da doença por meio do rastreamento do sangue, um ano antes do aparecimento das células cancerígenas nos exames tradicionais. A pesquisa deve se estender a outros tipos de câncer, com potencial de sucesso.

A equipe médica utilizou amostras de tumores de pulmões removidos durante cirurgias para obter um mapa genético do câncer de cada paciente. A cada três meses, foram realizados exames de sangue para análise, procurando por vestígios do reaparecimento do DNA das células cancerígenas. Assim, os médicos conseguiram identificar bem mais cedo a recorrência do tumor, encontrando um amontoado de células ainda invisíveis ao raio-X e à tomografia.

O novo método detectou a reincidência em 13 dos 14 pacientes; e mostrou também quem não tinha indícios do retorno da doença. A chance de cura de um câncer é bem maior quando este é tratado cedo, e por isso a descoberta é tão importante.

Outra questão notada no estudo foi como o DNA instável pode fazer com que o câncer evolua mais rápido. Amostras da doença de 100 pacientes, com 4,5 trilhões de pares de bases de DNA, foram coletadas e analisadas. Aqueles tumores que apresentavam uma maior capacidade de remodelar facilmente grandes quantidades de DNA, alterando milhares de instruções genéticas, tinham mais chance de voltar. Esta segunda descoberta pode ser crucial no desenvolvimento de novos remédios, procurando maneiras de conter essa instabilidade cromossômica.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Publicada na revista científica Nature, a pesquisa tinha como objetivo acompanhar o desenvolvimento e a recorrência do câncer de pulmão, que acontece em cerca de 50% dos pacientes. Este tipo de tumor é o que mais mata em todo o mundo. Mais estudos ainda serão feitos para entender a melhor forma de utilizar esses achados, visando colaborar com uma maior taxa de cura de cânceres.

Referência:

  • https://g1.globo.com/bemestar/noticia/exame-de-sangue-detecta-ressurgimento-de-cancer-com-1-ano-de-antecedencia.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=g1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.