Resultados a longo tempo da RCIU seletiva no neurodesenvolvimento de gêmeos

Um estudo acompanhou gestações monocoriônicas diamnióticas onde um dos gêmeos apresentava crescimento discordante do outro.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

A restrição de crescimento afeta de 5% a 10% das gestações, sendo a segunda causa mais comum de mortalidade perinatal. Quanto mais precoce o acometimento, maior a relevância de prejuízo para o desenvolvimento fetal e até para o desenvolvimento global da criança no futuro.  

Os estudos realizados até agora comparavam fetos de gestações únicas com e sem restrição de crescimento e seus respectivos desfechos. Entretanto patologias obstétricas outras, fatores genéticos ou parentais poderiam interferir no desenvolvimento desses fetos e a repercussão neurológica futura não ser exclusivamente causada pela restrição de crescimento.

Saiba mais: Qual o risco de distúrbios do neurodesenvolvimento em crianças expostas a antipsicóticos no pré-natal?

gêmeos

O estudo 

Estudo publicado no Lancet Child & Adolescent Health em julho de 2022 acompanhou gestações monocoriônicas diamnióticas na Holanda, no período de 1º de março de 2002 a 31 de dezembro de 2017, onde um dos gêmeos apresentava crescimento discordante do outro. A discordância de tamanhos significativa era o critério de inclusão.  

Métodos 

Foram acompanhadas 47 gestações gemelares com gêmeos discordantes entre 25 de janeiro de 2021 a 15 de março de 2022. A idade média gestacional no parto foi de 33,9 semanas, com mediana de peso de 1400 g (1111-1875 g) para os gêmeos de menor peso e 2003 g (1600 – 2680 g) para os gêmeos de maior peso. A idade mediana de avaliação de desenvolvimento neuropsicomotor foi de 11 anos (8-13). A mediana da escala de QI das crianças foi de 94 (86-101) para os gêmeos menores e de 100 (92-108) para os gêmeos maiores (p<0,0001). 

Na avaliação para desfecho neuropsicomotor foi utilizada escala de resultado composto de neurodesenvolvimento subdividida em comprometimento leve ou severo. Nos quadros leves compostos por prejuízo de neurodesenvolvimento leve, alterações de audição e visão leves ou paralisia cerebral grau 1. Já o grau severo havia comprometimento neurológico severo ou disfunção visual e/ou auditiva severa.  

Resultados

Entre os gêmeos menores o comprometimento neurológico leve foi maior do que nos gêmeos maiores (odds ratio de 4,8; IC 95% 1·6–14·1; p=0·0049). Não houve diferença entre os grupos para desfecho neurológico grave.

Leia também: Uso antenatal de corticoides em gestações gemelares

Discussões

As conclusões dos pesquisadores são de que é recomendável o acompanhamento a longo prazo, com a inclusão de testes de neurodesenvolvimento, de gêmeos monocoriônicos diamnióticos discordantes. O estudo conclui que essa prática facilita a identificação precoce de crianças em risco. 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão
# Groene SG, Stegmeier KJJ, Tan RNGB, Steggerda SJ, Haak MC, Slaghekke F, Roest AAW, Heijmans BT, Lopriore E, van Klink JMM. Long-term effects of selective fetal growth restriction (LEMON): a cohort study of neurodevelopmental outcome in growth discordant identical twins in the Netherlands. Lancet Child Adolesc Health. 2022 Jul 21:S2352-4642(22)00159-6. doi: 10.1016/S2352-4642(22)00159-6. Epub ahead of print. PMID: 35871831.