Página Principal > Saúde Pública > Retrospectiva PEBMED: confira os 10 artigos mais lidos de 2018
PEBMED

Retrospectiva PEBMED: confira os 10 artigos mais lidos de 2018

Tempo de leitura: 3 minutos.

Aqui no Portal PEBMED publicamos conteúdos relevantes para a vida do médico, a fim de manter o profissional de saúde atualizado com tudo o que há de importante na Medicina. Aqui você fica por dentro de novas descobertas, fármacos, práticas, diretrizes, procedimentos, estudos na área, etc.

Ao longo de 2018, disponibilizamos diversos artigos sobre cardiologia, urologia, oncologia, dermatologia, enfim, cobrimos uma vasta gama de especialidades. Na matéria a seguir reunimos os artigos mais lidos esse ano aqui no portal.

Confira nosso top 10

10. Os riscos de uma medida inadequada de pressão arterial

Neste artigo, o editor de conteúdo da PEBMED Eduardo Moura alertou sobre os riscos da não medição da PA conforme os padrões estabelecidos. Moura destaca a importância da confirmação da pressão com uma medida fora do consultório no intuito de identificar a “hipertensão do jaleco branco”.

9. Novo calendário nacional de vacinação do Ministério da Saúde para 2018

Neste artigo publicado em fevereiro, falamos sobre a nova agenda de imunização do Ministério da Saúde para 2018. O calendário contempla vacinações contra doenças como Hepatite A, Hepatite B, dengue, sarampo, caxumba e rubéola e inclui indivíduos de todas as idades.

8. Os 3 pilares para cuidados com Dreno de Tórax

Neste artigo compartilhado do Whitebook, apresentamos as melhores orientações para a retirada do aparelho utilizado para realizar a drenagem torácica. Entre as recomendações estão os critérios para identificar o momento de retirar o tubo, como drenagem inferior a 100 mL/24 horas (adulto); líquido seroso; ausência de bolhas de ar; melhora do padrão respiratório e da expansibilidade pulmonar.

7. Estudo sugere ‘aposentar’ os inibidores da ECA

A matéria apresenta um estudo que aponta os bloqueadores dos receptores da angiotensina (BRA) como mais seguros e eficazes para o tratamento de doenças cardiovasculares do que os inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECAs), apesar da recomendação da maioria das diretrizes vigentes.

6. Estudo analisa relação entre níveis de vitamina D e risco de câncer colorretal

A publicação apresenta uma pesquisa que aborda os efeitos da vitamina D no desenvolvimento do câncer colorretal. No estudo publicado no Journal of the National Cancer Institute, realizado com mais de 60 mil participantes, pesquisadores concluíram que a deficiência da vitamina D está associada a um risco de 31% maior para a doença.

5. Considerações importantes sobre o tratamento da hipertensão arterial

Em mais um artigo relevante sobre hipertensão, destacamos as características da doença, suas manifestações clínicas, a importância do controle glicêmico e, é claro, os métodos mais eficazes para o tratamento, que incluem tanto a terapia farmacológica (diuréticos, diidropiridínicos, BRA, IECA) quanto a não-farmacológica (exercícios físicos, dieta).

4. Como diagnosticar e tratar a dermatite seborreica?

O guia em questão orienta como identificar a dermatite seborreica, caracterizada pela inflamação crônica da pele, assim como a terapia para o controle da doença, que envolve o uso de medicamentos antifúngicos,  anti-inflamatórios, eratolíticos, além do uso de xampus especias (sulfeto de selênio, piritionato de zinco ou coaltar).

3. Pressão arterial: o que fazer quando a medida estiver alta?

Estamos nos aproximamos do pódio e a medalha de prata é o artigo do nosso colunista Ronaldo Gismondi sobre como proceder quando a PA apresentar níveis elevados. O cardiologista detalha ainda as diretrizes atuais para o tratamento da doença.

Além disso, o especialista alerta para os erros de medição da PA provocados por pessoas que compram aparelho automático e realizam por conta própria a Monitorização Residencial da Pressão Arterial (MRPA). O fato pode gerar erro no diagnóstico e aumento no número de visitas desnecessárias ao consultório.

2. Esofagite Eosinofílica: como identificar e tratar

Na vice-liderança dos artigos mais lidos de 2018 está o da pediatra Carolina Monteiro sobre a esofagite eosinofílica. A doutora detalha como se caracteriza a doença (inflamação da mucosa do esôfago), as causas (ambientais e genéticas) e comenta o padrão ouro para tratamento da esofagite eosinofílica (interações farmacológicas via IBP ou corticosteroides, dieta e dilatações).

1. CID-11: veja o que muda na nova classificação internacional de doenças

O pódio dos artigos mais lidos de 2018 vai para a matéria sobre a nova classificação internacional de doenças publicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em junho. Entre as novidades da nova classificação estão a inclusão de distúrbio em games, a simplificação na quantidade de termos para designar o estresse pós-traumático e novos capítulos sobre saúde sexual, que incluem condições como incongruência de gênero, antes enquadradas em saúde mental.

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.