Terapia de reposição com lactobacilos pode prevenir a disbiose vaginal recorrente?

Os quadros de disbiose vaginal acometem uma grande quantidade de mulheres (15 a 50% mulheres em idade reprodutiva). Sua recorrência também é importante.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Os quadros de vaginose bacteriana acometem uma grande quantidade de mulheres (15 a 50% mulheres em idade reprodutiva). Sua recorrência também é importante (até 75% podem apresentar recorrência nos 3 primeiros meses após tratamento).

Além do desconforto representado pelo odor e presença da leucorreia e comprometimento da prática sexual, há os gastos com medicamentos. As infecções por Gardnerella também elevam o risco de ISTs como HIV, partos prematuros, e ainda podem deixar sequelas no trato genital feminino. Incidência e recorrência elevadas tornam necessárias medidas ou medicamentos para prevenir a recorrência.

lactobacillus para disbiose vaginal recorrente

Disbiose vaginal recorrente

Em um estudo duplo cego, randomizado, controlado por placebo, publicado no último dia 14, no NEJM, 228 mulheres de 18 a 45 anos de idade foram selecionadas e randomizadas na proporção de 2:1 em dois grupos. No primeiro grupo (152 pacientes) elas receberam um preparado com Lactobacillus crispatus CTV-05 (Lactin V) na tentativa de prevenir as recorrências, após tratamento de vaginose bacteriana com metronidazol gel vaginal. O grupo 2 (formado por 76 pacientes) recebeu placebo para servir de grupo controle após o tratamento com metronidazol gel vaginal também.

As pacientes foram avaliadas com swabs vaginais e clinicamente nas semanas 4, 8, 12 e 24 após administração de Lactin V ou placebo.

O trabalho demonstrou que o preparado com lactobacillus foi eficiente em prevenir recorrências após as 12 semanas (RR de 0,73). Observou ainda que mesmo após 12 semanas de aplicação ainda notou-se presença do lactobacillus em 80% das pacientes. Após 24 semanas do uso ainda conseguiu-se obter a presença de lactobacillus em quase 50% das pacientes.

As pesquisas anteriores utilizando metronidazol e probióticos tinham um número pequeno de pacientes em relação a esse trial bem consistente.

Mais do autor: Proposta FIGO para atendimento de gestantes durante a pandemia da Covid-19

Conclusão

A literatura é bastante rica em sugestões para prevenir vaginoses recorrentes, tais como o uso de metronidazol associado a miconazol, metronidazol associado a ácido bórico e agora com probióticos. A manutenção de um bioma vaginal saudável é o grande objetivo para deixar a mulher livre o mais rápido possível da vaginose bacteriana e, o mais importante ainda, prevenir recorrências tão frequentes e desagradáveis em seu dia a dia.

Para mais informações sobre condutas das vaginoses bacterianas, você pode baixar o Whitebook!

 

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão