Transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas: prevenindo a GVHD aguda?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Doença enxerto contra hospedeiro (GVHD = graft-versus-host disease) aguda representa uma das principais complicações do transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas, sendo responsável por grande número de óbitos. Dessa forma, medidas de profilaxia são fundamentais.

A dipeptidil peptidase 4 (DPP-4), também conhecida como CD26, é um receptor transmembrana presente nos linfócitos T, que participa do processo de ativação de tais células. Análises com ratos mostraram que a supressão do receptor previne a ocorrência de GVHD, sem a perda do efeito enxerto contra tumor.

A sitagliptina é um inibidor de DPP-4 aprovado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2. Estudo de fase II recém-publicado na New England Journal of Medicine teve como objetivo avaliar a eficácia e segurança do uso da droga associada a tacrolimo e sirolimo na redução da incidência de GVHD aguda graus II a IV.

Leia também: Idade máxima para transplante de células-tronco hematopoiéticas é ampliada para 75 anos

Transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas: prevenindo a GVHD aguda

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

GVHD aguda

A gravidade da GVHD varia de acordo com o grau de acometimento cutâneo, hepático e intestinal.

Pele:

  • Estágio 1: rash maculopapular < 25% da superfície corporal;
  • Estágio 2: rash maculopapular entre 25 e 50% da superfície corporal;
  • Estágio 3: eritrodermia generalizada;
  • Estágio 4: eritrodermia generalizada com bolhas e descamação.

Fígado:

  • Estágio 1: bilirrubina entre 2,0 e 3,0 mg/dL e TGO entre 150 e 750 UI;
  • Estágio 2: bilirrubina entre 3,1 e 6,0 mg/dL;
  • Estágio 3: bilirrubina entre 6,1 e 15,0 mg/dL;
  • Estágio 4: bilirrubina > 15,0 mg/dL.

Trato gastrointestinal:

  • Estágio 1: diarreia > 30 mL/kg ou > 500 mL/dia;
  • Estágio 2: diarreia > 60 mL/kg ou > 1.000 mL/dia;
  • Estágio 3: diarreia > 90 mL/kg ou > 1.500 mL/dia;
  • Estágio 4: diarreia > 90 mL/kg ou > 2.000 mL/kg, ou dor abdominal severa com ou sem íleo.

Graus de GVHD:

  • Grau I: acometimento cutâneo estágio 1 ou 2; ausência de acometimento hepático ou intestinal; performance status (ECOG) 0;
  • Grau II: acometimento cutâneo estágio 1 a 3; acometimento hepático ou intestinal estágio 1; performance status (ECOG) 1;
  • Grau III: acometimento cutâneo, hepático ou intestinal estágio 2 ou 3; performance status (ECOG) 2;
  • Grau IV: acometimento cutâneo estágio 1 a 4; acometimento hepático ou intestinal estágio 2 a 4; performance status (ECOG) 3.

Métodos

Foram analisados 36 pacientes, com leucemia mieloide aguda (53%), leucemia linfoblástica aguda (25%), síndrome mielodisplasia de alto risco (11%) ou leucemia mieloide crônica com falha terapêutica a mais de dois inibidores de tirosina quinase ou em fase acelerada ou crise blástica (11%). Eles foram submetidos a condicionamento mieloablativo e posterior transplante de células-tronco, coletadas do sangue periférico de doadores aparentados (36%) ou não (64%). A mediana de idade foi de 46 anos, e 53% eram do sexo feminino.

A sitagliptina foi administrada na dose de 600 mg a cada 12 horas entre o D-1 e o D+14 do transplante. Oito indivíduos não receberam a profilaxia completa principalmente devido à dificuldade em engolir os comprimidos por conta da mucosite ou devido a náuseas e vômitos. No geral, a droga foi bem tolerada.

Saiba mais: Como funciona o transplante de medula óssea? Veja os conceitos básicos – PEBMED

Resultados

GVHD aguda foi observada em dois pacientes até o D+100 (incidência de 5%): um desenvolveu GVHD grau II no D+81, e o outro teve GVHD grau IV no D+29. Em ambos os casos, o doador foi não aparentado.

Nenhum participante foi a óbito por causas não relacionadas à recidiva de doença de base, e quase metade dos indivíduos não apresentou GVHD após um ano de seguimento.

Conclusões

Os autores observaram menor incidência de GVHD aguda graus II a IV entre os pacientes submetidos a transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas quando feita profilaxia com sitagliptina, tacrolimo e sirolimo. Os dados são similares ao de publicação anterior que avaliou o uso do inibidor de DPP-4 em receptores de células-tronco hematopoiéticas obtidas a partir de cordão umbilical. No entanto, há a necessidade de estudos randomizados para melhor fundamentar o uso de sitagliptina no cenário do transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas, além de estabelecer um consenso quanto à dosagem e à duração da profilaxia.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Farag SS, et al. Dipeptidyl Peptidase 4 Inhibition for Prophylaxis of Acute Graft-versus-Host Disease. New England Journal of Medicine. 2021;384(1): 11-19. doi: 1056/NEJMoa2027372
  • Przepiorka D, Weisdorf D, Martin P, Klingemann HG, Beatty P, Hows J, et al. 1994 Consensus Conference on Acute GVHD Grading. Bone Marrow Transplant. 1995;15:825–828.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar