Uma epidemia antrozoológica: a disseminação descontrolada de SARS-CoV-2 entre cervos

A pandemia de Covid-19 em seres humanos, associada ao coronavírus SARS-CoV-2, tem sido responsável por mais de 5 milhões de mortes em todo o mundo desde novembro de 2019, e segue desafiando a ciência. A origem zoonótica do vírus não está ainda esclarecida, especialmente devido ao desconhecimento, até o momento, das espécies de hospedeiros e potenciais reservatórios virais.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

A pandemia de Covid-19 em seres humanos, associada ao coronavírus SARS-CoV-2, tem sido responsável por mais de 5 milhões de mortes em todo o mundo desde novembro de 2019, e segue desafiando a ciência. A origem zoonótica do vírus não está ainda esclarecida, especialmente devido ao desconhecimento, até o momento, das espécies de hospedeiros e potenciais reservatórios virais.

Leia também: CROI 2022: SARS-CoV-2 e o papel da vacinação na cinética viral

Uma epidemia antrozoológica a disseminação descontrolada de SARS-CoV-2 entre cervos

SARS-CoV-2 entre cervos

A infecção natural por SARS-CoV-2, a partir do contato com seres humanos infectados, em outros animais já foram descritos em domésticos, como gatos, cães e furões, e em selvagens sob cuidados humanos, como tigres, lontras, visões e gorilas. O rastreio para a detecção de receptores para a enzima conversora de angiotensina 2 (ACE2) em diferentes espécies têm sugerido que cetáceos, roedores, morcegos, primatas e várias espécies de cervos estão sob alto risco de infecção por esse vírus.

As infecções experimentais em laboratórios também verificaram outras categorias de animais suscetíveis à infecção por SARS-CoV-2 e a possibilidade de transmissão interespécies e intraespécies, assim como a transmissão vertical. Em julho de 2021, por exemplo, anticorpos anti-SARS-CoV-2 já tinham sido descritos entre 152 cervos de vida livre (soroprevalência de 40%) nas regiões de Michigan, Pennsylvania, Illinois e Nova Iorque nos Estados Unidos da América (EUA).

Saiba mais: Anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2 podem estar presentes no leite humano até 6 meses após a vacinação

Em fevereiro de 2022, Hale e colaboradores publicaram um artigo no jornal científico Nature com os detalhes que descrevem uma pandemia antrozoológica de SARS-CoV-2 em 129 (de um total de 360, 35,8%) cervos da espécie Odocoileus virginianus distribuídos em 9 localidades no nordeste de Ohio, no período de janeiro a março de 2021. O diagnóstico foi obtido a partir de secreção nasal por swab e detecção pelo método de reação de polimerização em cadeia em tempo real com transcrição reversa (real-time RT-PCR). Foi realizado também o estudo de sequenciamento genômico de 14 amostras de SARS-CoV-2 e verificou-se também o isolamento de vírus viáveis infectantes. Foram detectadas três linhagens de SARS-CoV-2 distribuídas entre cervos em 6 localidades no nordeste de Ohio: B.1.2, B.1.582 e B.1.596.

Os vírus da linhagem B.1.2., dominantes em seres humanos residentes na região naquele período, foram encontrados em cervos de 4 regiões estudadas. Verificou-se também provável e subsequente transmissão horizontal das partículas virais interespécie com evolução para a observação de mutações do tipo substituição em proteínas da espícula e na região ORF1 que eram incomuns entre as variantes isoladas de seres humanos até aquele momento.

Conclusão

Tais achados reforçam a  hipótese de ocorrência de epidemias concomitantes entre diferentes hospedeiros, as que favorecem novas vias evolutivas que podem contribuir para o surgimento de outras variantes e tipos virais. Entre cervos, observou-se que tais animais apresentam alta incidência de infecções e sugere a alta capacidade adaptativa de SARS-CoV-2 para a infecção em diversos hospedeiros. Adicionalmente, a descrição de detecção de partículas virais viáveis de SARS-CoV-2 em fezes de humanos e no esgoto, sugere que a exposição ambiental também pode favorecer a adaptabilidade evolutiva do coronavírus em diferentes tipos de hospedeiros na natureza.

Considerando que há aproximadamente 30 milhões de cervos distribuídos em ambientes rurais, urbanos e suburbanos nos EUA, essas observações reforçam a necessidade de estabelecimento de programas de monitoramento e vigilância dos vírus circulantes entre cervos, outros hospedeiros selvagens e no ambiente nos diversos continentes.

Referências bibliográficas:

  • Hale VL, Dennis PM, McBride DS, Nolting JM, Madden C, Huey D, Ehrlich M, Grieser J, Winston J, Lombardi D, Gibson S, Saif L, Killian ML, Lantz K, Tell RM, Torchetti M, Robbe-Austerman S, Nelson MI, Faith SA, Bowman AS. SARS-CoV-2 infection in free-ranging white-tailed deer. Nature. 2022 Feb;602(7897):481-486. DOI: 10.1038/s41586-021-04353-x
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Tags