AHA 2019: será a morte do Impella?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O uso de suporte circulatório mecânico é importante em dois momentos do paciente coronariopata agudo: no choque cardiogênico e na revascularização de pacientes de alto risco. O balão intra-aórtico foi durante anos a terapia padrão, mas o surgimento de novos devices permitiu a expansão de nossas opções. O Impella é um dispositivo de suporte ventricular com modelos para o VE, o VD ou ambos, podendo ser colocado por cirurgia (intratorácico) ou percutâneo, por acesso femoral.

Após o SHOCK-TRIAL, que não conseguiu mostrar benefício do BIA no choque cardiogênico após infarto agudo do miocárdio (IAM), estudos estão sendo realizados com os dispositivos novos.

Veja também: AHA 2019: colchicina no tratamento do infarto agudo do miocárdio

estetoscópio em cima de uma folha de eletrocardiograma representando o choque cardiogênico

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

BIA versus Impella

No congresso da American Heart Association (AHA) 2019 foi apresentado uma pesquisa que comparou BIA e Impella em pacientes com choque cardiogênico após IAM. A população tinha idade média de 64 anos, 70% de homens, 34% com diabetes e 66% com doença multivascular.

O Impella utilizado foram versões 2,5 e CP, de inserção femoral, e por isso não se aplicam ao novo 5,0, intratorácico.

Os resultados foram desapontadores: pacientes com Impella apresentaram maior mortalidade (45 vs 34%) e mais sangramento (31 vs 16%). O estudo tem limitações, como o fato de ter sido observacional e retrospectivo, e não ensaio clínico. Mas ainda assim traz um balde de água fria.

Para o futuro, fica a necessidade de testarmos outros devices, como ECMO e Tandem.

Leia também: AHA 2019: qual a eficácia da monoterapia de ticagrelor na SCA?

Autor:

Referência bibliográfica:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar