Página Principal > Imunologia > Alergia e Imunologia: avanços, desafios e oportunidades na área
alergia e imunologia

Alergia e Imunologia: avanços, desafios e oportunidades na área

Tempo de leitura: 2 minutos.

A especialidade de alergia-imunologia é um ramo relativamente recente na história da Medicina, embora várias doenças alérgicas tenham sido descritas desde a Antiguidade, como a asma e a alergia alimentar.

A compreensão da fisiopatologia das doenças imuno-alérgicas através da identificação de novos padrões moleculares e das suas funções teve uma contribuição fundamental para o entendimento dos mecanismos envolvidos na gênese, na identificação de novos fenótipos e endótipos, no desencadeamento e na manutenção das doenças alérgicas. Desta forma, novos métodos terapêuticos como as novas drogas biológicas e novas formas de imunoterapia, propiciam um manejo mais eficaz das mesmas.

No campo da imunologia, o entendimento dos genes responsáveis pelas alterações cromossômicas que levam ao aparecimento das imunodeficiências abre perspectivas de novas terapias gênicas, que somadas às terapêuticas já existentes, como a utilização de imunoglobulinas e a realização de transplantes de medulas, oferecem aos especialistas um maior controle e, em alguns casos, até mesmo a cura destas doenças.

Desafios e oportunidades na Alergia e Imunologia

Na opinião de Flávio Sano, presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), os médicos que atuam nesta especialidade devem cultivar sempre o interesse científico, a busca pelo conhecimento e a atualização constante, uma vez que a área vive em constantes mudanças, novidades e novas perspectivas terapêuticas.

Entretanto, não adianta ter conhecimento científico se o especialista não conseguir utilizar na prática por dificuldade de acesso. “O acesso às novas tecnologias é caro e, muitas vezes, indisponíveis a nível governamental e da saúde suplementar”, ressalta Flávio Sano.

Vários aspectos indicam que a especialidade tem um enorme potencial de crescimento, ampliação do escopo de atuação e valorização pela comunidade médica e sociedade.

Dentre estes, destacam-se o impacto epidemiológico das doenças alérgicas, o amplo espectro das doenças alérgicas e desordens imunológicas, a evolução no conhecimento dos mecanismos de desordens alérgicas e imunodeficiências, a identificação de novos alvos terapêuticos, o desenvolvimento dos imunobiológicos e as diversas interfaces da especialidade.

Essa especialidade tem interface com a pneumologia, dermatologia, otorrinolaringologia, reumatologia, gastroenterologia, infectologia e hematologia. Além disso, o especialista em alergia-imunologia é um profissional que pode atuar em diferentes níveis de atenção médica, bem como em ações de prevenção e promoção à saúde, além de pesquisas clínicas.

“Existe um aumento crescente do interesse traduzido no número de inscritos para o título de especialista. De 2018 para 2019 houve um aumento em mais de 50% no número de candidatos”, informa o presidente da ASBAI.

Segundo Flávio Sano, existem oportunidades significativas em todas as áreas dentro da alergia-imunologia clínica em todo o país, principalmente fora das capitais dos estados.

Conquistas da ASBAI

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia conta com 1.500 sócios adimplentes. Entre as maiores conquistas da ASBAI estão:

  • Promoção da educação médica continuada e da difusão de conhecimentos na área de Alergia e Imunologia;
  • Fortalecimento do exercício profissional com excelência da especialidade de Alergia e Imunologia nas esferas pública e privada;
  • Divulgação da importância da prevenção e tratamento de doenças alérgicas e imunodeficiências para toda a sociedade;
  • Realização de eventos presenciais e à distância;
  • Elaboração de consensos e guias nas diversas áreas de nossa especialidade, tendo o objetivo de ser a referência científica no Brasil.

Leia também sobre outras especialidades médicas:

Autora:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.