Automutilação é uma das principais causas de morte entre as novas mães

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Gravidez, parto, pós-parto… maternidade… relação mãe e filho, cuidar… parece um cenário onde tudo pode ser muito bonito, calmo, sereno. Entretanto, a morte por automutilação através do suicídio ou overdose tem sido apontada como a principal causa de óbito em mulheres durante o primeiro ano após o parto, segundo os dados da entidade americana Maternal Mental Health Leadership Alliance — uma organização não governamental sem fins lucrativos para saúde mental de mães gestantes ou puérperas.

Leia também: Nos Estados Unidos, a taxa de suicídio teve um aumento entre adolescentes e adultos jovens

Automutilação é uma das principais causas de morte entre as novas mães

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Congresso anual da ACOG

Sua diretora executiva discutiu o assunto durante o encontro anual da American College of Obstetricians and Gynecologists. Ela lembrou que uma mulher visita médicos pelo menos 25 vezes durante o pré-natal de baixo risco e o primeiro ano de vida de seu filho após o parto. Essas oportunidades não podem ser desperdiçadas pelos clínicos, pediatras e/ou ginecologistas que fazem atenção básica para essas mulheres. Durante o pré-natal a saúde mental dessa gestante ou puérpera deve ser abordada, avaliada e, se necessário, encaminhada para serviços de acompanhamento psiquiátrico.

Perguntar, averiguar ou conversar sobre o assunto suicídio não vai levar a paciente a pensar em tentar suicídio tendo como gatilho a abordagem. Também esse assunto não pode ficar restrito ao corpo médico que atende a paciente. A equipe de enfermagem, as auxiliares de amamentação e até mesmo a assistente social podem ser colaboradores na abordagem e seleção das pacientes de risco.

Durante os últimos 10 anos muitas sociedades médicas têm sugerido a abordagem da saúde mental durante o pré natal. Alguns comitês sugerem inclusive que em torno de 2 a 3 semanas após o parto seria o período ideal para o questionamento sobre quadros de ansiedade ou depressão.

Ouça mais: Check-up Semanal: prevenção do suicídio, testes para Covid-19 e mais! [podcast]

O Comitê de Mortalidade Materna Americano, presente em quase metade dos estados americanos, investiga todas as mortes de mães inclusive morte causada por suicídio e automutilação até 1 ano após o parto. Um dado interessante é que 34% de todas as mortes por suicídio tem algum momento onde a paciente já tinha atentado contra a própria vida antes. Em alguns estados existem programas onde psiquiatras educam obstetras, médicos de família e pediatras a como abordar, diagnosticar e tratar algumas patologias de saúde mental nessas pacientes.

Como primeiro passo, o uso da Escala de Depressão pós natal de Edimburgo é um recurso fácil e rápido de usar durante uma conversa com a paciente. Ela é composta de 19 itens que avaliam depressão e ansiedade e um específico sobre suicídio.

Mensagem final

Assim como verifica-se peso, pressão arterial e outros dados vitais da saúde física da gestante, a aplicação de testes será fundamental para a abordagem multidisciplinar completa durante o pré-natal para tratamento e prevenção de situações mais graves como o suicídio ou depressão da gestante/puérpera.

Autor(a):

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar