Leia mais:
Leia mais:
A associação covid-19 e diabetes mellitus gestacional aumenta o risco de desfechos desfavoráveis
Identificada em São Paulo subvariante inédita da covid-19
ATS 2022: Diretrizes para pesquisa de agentes virais não influenza em PAC
Doação de leite humano é impactada negativamente pela Covid-19, segundo estudo
Hepatite: Existe risco pós-vacina contra covid-19?

Dúvidas frequentes dos pais sobre a vacinação contra a Covid-19 em crianças

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Recentemente, o Ministério da Saúde (MS), com a ajuda do famoso Zé Gotinha, divulgou respostas para as principais dúvidas dos pais com relação à vacinação contra a Covid-19 no Brasil em crianças e adolescentes. Abaixo, resumimos as recomendações do MS referentes ao tema.

Leia também: Segurança, tolerabilidade e imunogenicidade da CoronaVac® em pediatria

Dúvidas frequentes dos pais sobre a vacinação contra a Covid-19 em crianças

Por que crianças e adolescentes precisam receber a vacina contra a Covid-19?

Crianças e adolescentes vacinados estão mais protegidos. Se eles forem infectados, provavelmente não ficarão tão doentes quanto ficariam sem a vacina. Eles também são muito menos propensos a serem hospitalizados se contraírem o vírus.

Como sabemos que as vacinas contra a Covid-19 são seguras para crianças?

Mais da metade de todas os adolescentes de 12 a 17 anos nos Estados Unidos foram totalmente vacinadas. São mais de 13 milhões de adolescentes que tomaram as duas doses da vacina. Quase um quarto de todas as crianças de 5 a 11 anos tomaram, pelo menos, uma dose. As vacinas continuam a ser monitoradas muito de perto. De fato, os Centers for Disease Control and Prevention (Centros de Controle e Prevenção de Doenças – CDC) dizem que as vacinas contra a Covid-19 terão “o monitoramento de segurança mais intensivo da história dos EUA”.

A vacinação de crianças contra a Covid-19 é obrigatória no Brasil?

Não. A inserção de crianças no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) sucedeu amplo debate com a sociedade civil, especialistas, representantes de sociedades científicas e dos mais variados órgãos públicos. Os debates concluíram que a vacinação em crianças não deveria ocorrer de forma compulsória.

É necessária uma prescrição ou um receituário médico para vacinar meu filho contra a Covid-19?

Não há necessidade de prescrição ou receituário médico no momento da vacinação.

Quais as vacinas aprovadas no Brasil para crianças pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)? Elas são seguras?

Existem duas vacinas aprovados pela Anvisa para a vacinação de crianças:

  • Vacina da Pfizer-BioNTech®: já possui registro definitivo e pode ser administrada em crianças de 5 a 11 anos de idade. Essa vacina contém RNA mensageiro (mRNA), que é composto de ácidos nucleicos. Os ácidos nucleicos, encontrados naturalmente em todas as nossas células, instruem-nas a produzir proteínas. O mRNA da vacina carrega instruções, entregues dentro de um revestimento de gordura, e diz às células para produzir pedaços inofensivos de proteína “spike” (que parecem os espinhos do vírus real). Quando as células produzem esses pedaços de proteína spike, o sistema imunológico reconhece que elas não deveriam estar lá. O organismo, então, produz anticorpos que se livram dos pedaços de espinhos. Esses anticorpos lembram como proteger o indivíduo do vírus no futuro;
  • Vacina Coronavac®: aprovada para uso de emergência em crianças com mais de 6 anos (mas que não pode ser aplicada em imunocomprometidos). Para o desenvolvimento dessa vacina, pesquisadores criaram uma cultura do vírus SARS-CoV-2 em laboratório, inativando-o para ser aplicado na população. Na cultura do vírus, quando há inúmeras células, o vírus é inativado com processos físicos ou químicos, mas preserva suas características. Uma vez inoculada no organismo, a vacina estimula a produção de imunidade contra o vírus.

Todas as vacinas do PNO são seguras e eficazes contra a Covid-19, segundo o MS.

Quantas doses a criança deve receber para ser considerada completamente vacinada contra a Covid-19?

O esquema vacinal de crianças e adolescentes é constituído por duas doses (essa determinação é baseada em evidências científicas).

Existem diferenças entre as vacinas aplicadas em crianças e as vacinas aplicadas em adultos?

A Coronavac® aplicada em crianças é a mesma aplicada em adultos. No entanto, a Pfizer-BioNTech® possui atributos que diferenciam os dois tipos. Entre as principais diferenças, estão a coloração do frasco e a dose administrada:

  • Pfizer-BioNTech® para adultos: tampa de cor roxa;
  • Pfizer-BioNTech® para crianças: ampola laranja / 10 microgramas;
  • Pfizer-BioNTech® para crianças acima de 12 anos: 30 microgramas.

Como deve ser a aplicação da vacina contra a Covid-19 em crianças?

De acordo com a Anvisa, as crianças devem ser vacinadas em um ambiente exclusivo, acolhedor e seguro, diferente do que é destinado para a vacinação de indivíduos acima de 12 anos de idade. Além disso, também deve ser diferente do ambiente onde são aplicadas outras vacinas, mesmo que sejam pediátricas. Não deve ser feita a vacinação contra a Covid-19 em crianças no esquema drive-thru.

As crianças devem permanecer no local por 20 minutos depois da vacinação, para que sejam analisados possíveis efeitos adversos. Em aldeias indígenas, a vacinação dos pequenos é realizada em dias em que os adultos não sejam vacinados.

 Quanto tempo meu filho precisa esperar para tomar a segunda dose?

  • Pfizer-BioNTec®: oito semanas (aproximadamente dois meses) após a primeira dose;
  • Coronavac®: o intervalo entre uma dose e outra é de 28 dias.

Crianças precisam de dose de reforço?

Não há estudos científicos que apontem a necessidade de uma dose de reforço no público infantil. Dessa forma, o PNO orienta que sejam aplicadas as duas doses na faixa etária de 5 a 11 anos.

Saiba mais: Eficácia da Vacina da Pfizer em Crianças de 5 a 11 anos

Meu filho vai fazer 5 anos em 2022,  já pode tomar a vacina contra a Covid-19?

Não existem vacinas aprovadas pela Anvisa para crianças com menos de cinco anos de idade no Brasil. Somente crianças com cinco anos completos podem receber a vacina.

Meu filho pode tomar outra vacina junto com a da Covid-19?

A Anvisa não recomenda a aplicação de vacinas diferentes ao mesmo tempo que a vacina da Covid-19, isto é, ao mesmo tempo em que são aplicadas as vacinas do calendário de vacinação. Os pais ou responsáveis devem aguardar 15 dias para retornar ao posto.

Testei positivo para Covid-19, porém meu filho não teve sintomas. Preciso esperar para ele tomar a vacina?

Qualquer indivíduo (criança ou adulto), que tenha tido contato com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 não deve ser vacinado no período de isolamento (que deve ser de sete dias), caso não apresente sintomas respiratórios e febre há, no mínimo, 24 horas e sem utilizar antitérmicos.

As crianças podem receber a vacina sem a presença dos pais ou responsáveis?

Sim. No entanto, é preciso que haja um termo de autorização dos pais ou responsáveis por escrito. Quando os pais comparecem, dispensa-se a autorização.

Onde posso encontrar a vacina? Preciso levar algum documento ou pagar?

As vacinas contra a Covid-19 estão disponíveis gratuitamente em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos postos de vacinação em todo o país. Os pais devem ficar de olho no calendário da sua cidade e se informar sobre horários de funcionamento e o local mais perto da sua casa. É necessário apresentar um documento de identificação e a Caderneta de Vacina da Criança. Somente quando pais ou responsáveis não comparecerem, é necessária uma autorização por escrito.

Há risco de não ter vacina para todas as crianças?

Através do MS, o Governo Federal adquiriu quantidade suficiente de vacinas para mais de 20,4 milhões de crianças no Brasil. Portanto, pais ou responsáveis podem ficar tranquilos, pois não faltará vacina para seus filhos.

Referências bibliográficas:

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.