Home / Cardiologia / ESC 2019: dapaglifozina reduz mortalidade na IC mesmo sem diabetes
esc 2019

ESC 2019: dapaglifozina reduz mortalidade na IC mesmo sem diabetes

Cardiologia, Colunistas, Congressos, ESC 2019
Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Tempo de leitura: < 1 minutos.

Os inibidores SGLT2 já vinham ganhando destaque no tratamento do diabetes melito. Em ensaios clínicos anteriores, a droga mostrou na população com DM2 redução do risco cardiovascular, com maior efeito sobre a insuficiência cardíaca.

Fique por dentro dos principais estudos e diretrizes apresentados; baixe grátis nosso e-book ESC 2019!

Agora no ESC 2019 foi apresentado um estudo que avaliou a dapaglifozina, um dos iGLT2, em pacientes com ICFER, mesmo sem diabetes. E o resultado foi excelente!

O estudo recrutou 4744 pacientes com ICFER, FE < 40%, com terapia clínica otimizada, incluindo ressincronizador, se necessário, e classe funciona ≥ II. Os participantes foram randomizados para dapaglifozina 10 mg/dia ou placebo.

Os resultados mostraram uma redução significativa de morte cardiovascular em 18% e de 30% na piora da IC, incluindo o subgrupo sem diabetes! Além disso, a taxa de eventos adversos foi igual em ambos os grupos, mostrando segurança da droga.

Qual a mensagem prática?

Claro que esse resultado, por ser original, necessita ser replicado ainda. Mas a dapaglifozina vem ganhando espaço como primeira linha no diabético cardiopata e põe o primeiro “pezinho” na ICFER em geral.

Mais do ESC 2019:

Autor:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.