Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Cardiologia / FDA aprova derivado do óleo de peixe para prevenção cardiovascular
novo medicamento de óleo de peixe para prevenção cardiovascular. Cápsulas jogadas na mesa.

FDA aprova derivado do óleo de peixe para prevenção cardiovascular

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Por muitos anos, o óleo de peixe ômega-3 foi prescrito por médicos e profissionais da área de saúde como um medicamento para prevenção de doenças cardiovasculares. A crença de que o ômega-3 implicava em proteção cardiovascular vinha da dieta do mediterrâneo, rica em peixes e óleos vegetais e que mostrava desfechos cardiovasculares positivos em relação a outras dietas. Entretanto, o ômega-3 não se provou, em diversos estudos, benéfico na prevenção de patologias cardíacas.

Sendo assim o ômega-3 deixou de ser recomendado pelas principais diretrizes no mundo, inclusive a brasileira.
Entretanto uma indústria farmacêutica desenvolveu um derivado do óleo do peixe, o EPA (nome comercial Vascepa®), com resultados promissores nos desfechos cardiovasculares.

O Vascepa® foi inicialmente aprovado para paciente com triglicerídeos maiores que 500mg/dL, entretanto o estudo REDUCE-IT, publicado em janeiro deste ano mostrou resultados fantásticos em relação a desfecho e mortalidade cardiovascular.

Após a publicação do estudo o Vascepa multiplicou suas vendas e número de prescrições.

No último dia 13, a Food and Drug Administration (FDA) aprovou o uso do medicamento para prevenção de doenças cardiovasculares. Inicialmente os candidatos a tomar a droga seriam pacientes que já apresentaram algum evento, ou diabéticos com dois fatores de risco cardiovasculares e triglicerídeos acima de 150 mg/dL, a aprovação final deve ocorrer ainda dezembro deste ano.

Leia também: Diretriz da AHA para uso do Ômega-3 na Hipertrigliceridemia

O EPA mudou o conceito sobre os óleos de peixe e proteção cardiovascular que vinha há décadas desfavorecendo a medicação. Ganhar um novo aliado na luta contra as doenças cardiovasculares é excelente para medicina e para os pacientes.

Receba as principais novidades em Medicina! Inscreva-se em nossa newsletter!

Autor:

Referências bibliográficas:

  • https://www.statnews.com/2019/12/13/fda-approves-amarin-fish-oil-derived-drug-to-prevent-heart-attacks-strokes/
  • Bhatt DL, Steg PG, Miller M, et al. Cardiovascular Risk Reduction with Icosapent Ethyl for Hypertriglyceridemia. N Engl J Med 2019; 380:11.
  • Omacor: Consumer drug information sheet – Approval label. US Food and Drug Administration, Center for Drug Evaluation and Research. www.fda.gov/cder/foi/label/2004/21654lbl.pdf (Accessed on December 21, 2007).
  • Manson JE, Cook NR, Lee IM, et al. Marine n-3 Fatty Acids and Prevention of Cardiovascular Disease and Cancer. N Engl J Med 2019; 380:23.
  • Bowman L et al. Omega-3 Supplements: No effect on vascular events in ASCEND.
  • Wendling P et al. No CVD benefit with omega-3 fatty acids.
  • Précoma DB, Oliveira GMM, Simão AF, Dutra OP, Coelho OR, Izar MCO, et al. Atualização da Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019. Arq Bras Cardiol. 2019; 113(4):787-891

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.