FDA aprova derivado do óleo de peixe para prevenção cardiovascular - PEBMED

FDA aprova derivado do óleo de peixe para prevenção cardiovascular

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Por muitos anos, o óleo de peixe ômega-3 foi prescrito por médicos e profissionais da área de saúde como um medicamento para prevenção de doenças cardiovasculares. A crença de que o ômega-3 implicava em proteção cardiovascular vinha da dieta do mediterrâneo, rica em peixes e óleos vegetais e que mostrava desfechos cardiovasculares positivos em relação a outras dietas. Entretanto, o ômega-3 não se provou, em diversos estudos, benéfico na prevenção de patologias cardíacas.

Sendo assim o ômega-3 deixou de ser recomendado pelas principais diretrizes no mundo, inclusive a brasileira.
Entretanto uma indústria farmacêutica desenvolveu um derivado do óleo do peixe, o EPA (nome comercial Vascepa®), com resultados promissores nos desfechos cardiovasculares.

O Vascepa® foi inicialmente aprovado para paciente com triglicerídeos maiores que 500mg/dL, entretanto o estudo REDUCE-IT, publicado em janeiro deste ano mostrou resultados fantásticos em relação a desfecho e mortalidade cardiovascular.

Após a publicação do estudo o Vascepa multiplicou suas vendas e número de prescrições.

No último dia 13, a Food and Drug Administration (FDA) aprovou o uso do medicamento para prevenção de doenças cardiovasculares. Inicialmente os candidatos a tomar a droga seriam pacientes que já apresentaram algum evento, ou diabéticos com dois fatores de risco cardiovasculares e triglicerídeos acima de 150 mg/dL, a aprovação final deve ocorrer ainda dezembro deste ano.

Leia também: Diretriz da AHA para uso do Ômega-3 na Hipertrigliceridemia

O EPA mudou o conceito sobre os óleos de peixe e proteção cardiovascular que vinha há décadas desfavorecendo a medicação. Ganhar um novo aliado na luta contra as doenças cardiovasculares é excelente para medicina e para os pacientes.

Receba as principais novidades em Medicina! Inscreva-se em nossa newsletter!

Autor:

Referências bibliográficas:

  • https://www.statnews.com/2019/12/13/fda-approves-amarin-fish-oil-derived-drug-to-prevent-heart-attacks-strokes/
  • Bhatt DL, Steg PG, Miller M, et al. Cardiovascular Risk Reduction with Icosapent Ethyl for Hypertriglyceridemia. N Engl J Med 2019; 380:11.
  • Omacor: Consumer drug information sheet – Approval label. US Food and Drug Administration, Center for Drug Evaluation and Research. www.fda.gov/cder/foi/label/2004/21654lbl.pdf (Accessed on December 21, 2007).
  • Manson JE, Cook NR, Lee IM, et al. Marine n-3 Fatty Acids and Prevention of Cardiovascular Disease and Cancer. N Engl J Med 2019; 380:23.
  • Bowman L et al. Omega-3 Supplements: No effect on vascular events in ASCEND.
  • Wendling P et al. No CVD benefit with omega-3 fatty acids.
  • Précoma DB, Oliveira GMM, Simão AF, Dutra OP, Coelho OR, Izar MCO, et al. Atualização da Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019. Arq Bras Cardiol. 2019; 113(4):787-891

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar