Home / Anestesiologia / Noradrenalina: qual a melhor solução para diluição?
médico regulando gotejamento de diluição com noradrenalina

Noradrenalina: qual a melhor solução para diluição?

Anestesiologia, Colunistas, Emergências, Terapia Intensiva
Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Tempo de leitura: 2 minutos.

A noradrenalina é uma droga utilizada como vasopressor tanto em centro cirúrgico como em unidades de terapia intensiva. Como todas as catecolaminas, ela está sujeita à degradação estrutural por diversos fatores, como calor, exposição a luz, oxigênio, alcalinização e contato com substâncias, como cobre e ferro.

Levando em consideração as recomendações presentes na bula da noradrenalina, esta só deve ser administrada em infusões intravenosas com solução de glicose a 5% ou qualquer outra solução com pH não alcalino. Sabe-se que dentre as soluções disponíveis para diluição, a glicose a 5% apresenta o menor pH em torno de 3,5 a 6,5 enquanto a solução salina a 0,9% apresenta pH entre 4,5 a 7.

Também é sabido que o pH é o maior determinante da degradação da noradrenalina, sendo sua estabilidade inversamente proporcional a ele, ou seja, quanto maior o pH, menor a estabilidade da solução. Devido à isso, costumou-se defender a teoria da diluição da noradrenalina em soluções de glicose.

cadastro portal

Qual a melhor solução para noradrenalina?

Porém, estudos foram realizados com diluições da droga comparando-as com meios de glicose a 5% e solução salina a 0,9%, e sua estabilidade por um período de até sete dias. As diluições foram realizadas em 250 mL de ambas as soluções, em concentração de 4 mcg/mL, e avaliadas em intervalos de 0/24/48/72/120/168 horas. A estabilidade da droga foi definida como uma concentração final maior ou igual a 90% da concentração inicial.

No final do período estipulado, evidenciou-se que em ambas as soluções a concentração da noradrenalina permanecia quase inalterada, não havendo diferenças significativas entre diluir com glicose ou soluções salinas, mesmo expostas à luz ambiente.

Leia também: Medicamentos fitoterápicos e anestesia: interação medicamentosa

Assim, a noradrenalina pode, sim, ser diluída em soluções salina a 0,9% sem ter sua estabilidade alterada, já que ambas as soluções permaneceram estáveis por pelo menos sete dias. Apesar de os estudos estarem focados apenas na estabilidade da solução, é sempre bom lembrar que soluções preparadas e mantidas por mais de 24 horas são passíveis de contaminação por bactérias e, portanto, não indicadas.

Uma das limitações do estudo é que efeitos secundários provenientes de cada solução, como hiperglicemia que é bastante prejudicial a doentes críticos e hipernatremia adquirida no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI), não foram avaliados. Por isso, mesmo que os estudos provem que a noradrenalina poder ser diluída em ambas as soluções, cada paciente deve ser analisado individualmente e deve ser ponderada qual a melhor diluição em cada caso.

Autor:

Referências bibliográficas:

  • Martin RMT,Claude AL,Pierre CT, Nadeau NL,Turcotte G.Stability of norepinephrine infusions prepared in dextrose and normal saline solutions. Canadian Journal of Anesthesia.March 2008, 55:163;
  • Baumgartner TG, Knudsen AK, Dunn AJ, et al. Norepinephrine stability in saline solutions. Hosp Pharm 1988; 23: 44–59;
  • Trissel LA. Handbook of Injectable Drugs, 13thed. Bethesda: American Society of Health-System Pharmacists; 2005.

2 comments

  1. Avatar
    luiz claudio lima

    Obrigado pela informaçao
    Era uma duvida antiga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.