Vera Lucia Angelo Andrade

Graduação em Medicina pela UFMG em 1989 • Residência em Clínica Médica/Patologia Clínica pelo Hospital Sarah Kubistchek • Gastroenterologista pela Federação Brasileira de Gastroenterologia • Especialista em Doenças Funcionais e Manometria pelo Hospital Israelita Albert Einstein • Mestre e Doutora em Ciências com concentração em Patologia pela UFMG • Professora convidada do curso de pós graduação em Doenças Funcionais e Manometria pelo Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo e da Escola Brasileira de Osteopatia Belo Horizonte, Minas Gerais • Responsável pelo Setor de Motilidade da Clínica NUVEM BH • http://lattes.cnpq.br/0589625731703512
Representação gráfica de mulher sofrendo com esofagite eosinofílica

A sintomatologia pode ser norteadora no diagnóstico da esofagite eosinofílica?

A esofagite eosinofílica (EoE) é uma doença alérgica crônica do esôfago de etiologia multifatorial, mediada por antígenos.

Estomatite aftosa, ainda um desafio terapêutico.

A estomatite aftosa é uma afecção patológica desafiante. Tem alta prevalência, acometendo 30% da população e a resposta terapêutica nem sempre eficiente.

fungos candida em organismo humano de paciente com supercrescimento fúngico

Supercrescimento fúngico intestinal: uma condição patológica pouco conhecida

O supercrescimento fúngico ou small intestinal fungal overgrowth (SIFO) é uma disbiose secundária ao crescimento fúngico excessivo no intestino delgado.

Probióticos preparados para o uso em pacientes acometidos pelo Covid-19

Probióticos poderiam levar à melhora da imunidade na pandemia de Covid-19?

Pacientes preocupados com a pandemia de Covid-19 têm procurado medicamentos que podem melhorar a imunidade, e o uso de probióticos passou a ser aventado.

Disfagia secundária à clozapina: uma relação negligenciada

O uso da clozapina, antipsicótico atípico, pode estar associado à disfagia, constituindo em um achado raro, porém que pode ter curso dramático.

Candidíase de repetição: uso de probióticos como terapia complementar

A candidíase é uma infecção fúngica altamente prevalente, causada por espécies do gênero Candida. Esse fungo faz parte da microbiota da pele e das mucosas.