Tag: parada cardiorrespiratoria

Reanimação cardiopulmonar pediátrica: quais as atualizações de 2019?

Para aumentar as taxas de sobrevivência na parada cardíaca, é muito importante seguir as diretrizes de reanimação cardiopulmonar (RCP) pediátrica.

SWAP: novo escore avalia prognóstico neurológico após PCR extra-hospitalar

Um estudo avaliou as variáveis preditores nos casos de PCR extra-hospitalar. Após análise multivariada, os autores propuseram o escore SWAP. Saiba mais:

Ainda há espaço para ventilação boca a boca na PCR extra-hospitalar?

A AHA recomenda que em uma parada cardíaca (PCR) seja realizada apenas massagem cardíaca. Mas será que a respiração boca a boca também é eficaz? Descubra:

CAT de rotina após PCR não mostrou benefícios [ACC 2019]

O COACT Trial recrutou pacientes que sobreviveram a uma PCR mas não tinham nenhum sinal de infarto agudo do miocárdio (IAM). COnfira os resultados:

Intubação orotraqueal na parada cardiorrespiratória em pediatria: como fazer?

A intubação orotaqueal deve ser realizada durante a RCP, logo após a pausa para reavaliação do ritmo cardíaco e administração de adrenalina.

Corticoide após parada cardiorrespiratória melhora o prognóstico?

Um artigo recente publicado na revista Critical Care avaliou o uso de corticoide durante os cuidados pós parada cardiorrespiratória.

AHA 2018: Confira novidades no uso de lidocaína e magnésio na PCR

Desde as grandes mudanças de 2015, a AHA se comprometeu a fazer atualizações anuais em suas diretrizes. Confira as novidades da AHA  2018:

Parada cardiorrespiratória: acesso intraósseo é superior ao intravenoso?

O acesso intraósseo é usado em casos de parada cardiorrespiratória fora do hospital e quando há dificuldade de acesso intravenoso.

TOP 10: os artigos de setembro que você não pode deixar de ler

Perdeu alguma notícia de setembro? Então, veja abaixo as 10 publicações mais acessadas e compartilhadas do nosso site no último mês!

PCR fora do hospital: como diminuir a mortalidade? [ABRAMEDE 2018]

A PCR fora do hospital é causada, em sua maioria, por doença arterial coronariana. Dos pacientes com parada cardiorrespiratória, 40% não chegam ao hospital.

Entrar | Cadastrar