ACC 2021: Confira os principais destaques do congresso do American College of Cardiology

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Nos dias 15, 16 e 17 de maio, aconteceu o congresso do American College of Cardiology (ACC 2021). Fizemos toda a cobertura do evento aqui no Portal PEBMED. Neste texto, destacamos os principais temas abordados. Confira!

resumo acc 2021

ACC 2021

Embora exista um certo consenso de que menores doses de aspirina (AAS) provavelmente tem a mesma eficácia e maior segurança em relação às maiores doses, é necessário salientar que estas recomendações são baseadas em estudos observacionais e análises secundárias de estudos clínicos. Ainda existe dúvida se doses maiores poderiam ser benéficas, sobretudo em pacientes de maior risco de eventos isquêmicos.

O estudo ADAPTABLE (Aspirin Dosing: A Patient-Centric Trial Assessing Benefits and Long-term), apresentado no ACC 2021 e publicado no New England Journal of Medicine, simultaneamente, tentou esclarecer essas questões. Confira mais detalhes! 

O medicamento formado por um composto entre um bloqueador do receptor da angiotensina e um inibidor da neprelisina, sacubitril + valsartana, mostrou maior benefício em pacientes com insuficiência cardíaca em relação ao enalapril em doses moderadas.

O trial PARADISE-MI, apresentado no ACC 2021, testou a eficácia e segurança do sacubitril + valsartana versus. ramipril em pacientes com infarto do miocárdio e insuficiência cardíaca em relação a diversos desfechos cardiovasculares. Saiba mais! 

O estudo LAAOS III (Left Atrial Appendage Occlusion Study), apresentado no congresso e publicado no New England Journal of Medicine, simultaneamente, testou a hipótese de que a oclusão do apêndice atrial esquerdo na ocasião de uma cirurgia cardíaca poderia reduzir o risco de AVE em pacientes com indicação de anticoagulação oral. Veja os detalhes!

A dapagliflozina já demonstrou redução de eventos e morte em pacientes com insuficiência cardíaca com e sem diabetes, além de demonstrar redução da progressão da doença renal crônica. 

O estudo DARE 19 envolveu 1.250 pacientes em 95 locais diferentes no Brasil e outros países, entre abril de 2020 e janeiro de 2021, e teve como objetivo avaliar a eficácia do uso da dapaglifozina em pacientes com Covid-19. Veja os resultados do estudo! 

Uma sessão inteira do congresso do ACC 2021 foi dedicada à discussão da prevenção e tratamento de eventos tromboembólicos, com anticoagulantes, na Covid-19. Confira os destaques!

O estudo de fase III (FIDELIO-DKD) com resultados benéficos de uma nova droga, finerenone, que atua como antagonista do receptor mineralocorticoide. Neste estudo, houve redução de desfechos cardiovascular e renal em pacientes com doença renal crônica (DRC) e diabetes melitus (DM) tipo 2.

Foi feita uma análise secundária dos dados do FIDELIO-DKD, avaliando a incidência de fibrilação atrial em pacientes com diabetes tipo 2 e DRC. Ela foi apresentada no ACC 2021. Veja mais detalhes sobre a análise!

O estudo RAFT-AF apresentado no ACC 2021 foi desenhado para trabalhar com a hipótese de benefício em mortalidade e hospitalização no grupo que foi submetido à ablação para controle de ritmo, com o objetivo primário composto: redução de mortalidade por todas as causas e das descompensações clínicas por insuficiência cardíaca ao longo de cinco anos. Saiba mais sobre o estudo!

Será que o álcool funciona mesmo como um gatilho para indução de fibrilação atrial? Para responder essa questão, foi apresentado o estudo HOLIDAY no ACC 2021. Veja os detalhes!

Foi apresentado no ACC 2021, um estudo de seguimento de um ano de pacientes submetidos à oclusão do apêndice atrial esquerdo e que tinham contra-indicação a anticoagulação prolongada, com resultados bastante interessantes. Saiba mais!

O estudo ISCHEMIA, publicado há dois anos, avaliou pacientes com doença aterosclerótica coronária (DAC) crônica que tinham isquemia moderada ou importante em relação ao tratamento: um grupo recebeu tratamento clínico otimizado (conservador) e o outro foi submetido a revascularização coronária (tratamento invasivo). 

Foi apresentado no ACC 2021, uma análise com os dados dos pacientes do ISCHEMIA, sobre o impacto da revascularização completa no desfecho cardiovascular. Veja os detalhes!

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.