Página Principal > Cardiologia (Página 84)

Cardiologia

Candesartan diminui cardiotoxicidade por quimioterápicos

Estudo randomizado norueguês demonstra benefício do candesartan, bloqueador do receptor da angiotensina (BRA), na prevenção da disfunção cardíaca induzida pelo tratamento quimioterápico no câncer de mama. No estudo, 120 mulheres foram randomizadas em um grupo que recebeu 32 mg/dia de candesartan e seu grupo controle que recebeu placebo; e um grupo que recebeu 100 mg/dia do betabloqueador metoprolol e seu …

Leia Mais »

Manobra de Valsalva modificada reverte mais de 40% das taqui supras

A manobra de Valsalva é recomendada por diretrizes internacionais para tratamento da taquicardia supraventricular em serviços de emergência, porém apresenta baixa efetividade na reversão para ritmo sinusal (cerca de 5-20% dos casos apenas). Pesquisa recente, no entanto, demonstrou que uma simples modificação postural após a manobra de Valsalva tradicional pode aumentar a chance de reversão em quase 4 vezes. O …

Leia Mais »

Qual a causa desta arritmia?

Jovem atleta do sexo feminino com apresentação de palpitações recorrentes com frequência de até 250 bpm. Qual a causa subjacente da arritmia? O paciente tem   Síndrome de Wolff-Parkinson-White, condição caracterizada pela presença de uma via acessória de condução atrioventricular, gerando pré-excitação e predispondo a arritmias sintomáticas. Após reversão da arritmia,  tratamento a longo prazo é obtido com abração da via …

Leia Mais »

Primeiro agente para reverter sangramentos por novos anticoagulantes

Os novos anticoagulantes estão a cada dia mais presentes na rotina da maioria dos médicos. Estas drogas prometem realizar anticoagulação com segurança, eficácia e, principalmente, comodidade para os pacientes. Porém, nem só de flores vivem os efeitos destes medicamentos. Um fato que sempre incomodou os defensores dos novos, e serviu de argumento para aqueles que olhavam com desconfiança estas novas drogas, …

Leia Mais »

Entresto: Um novo capítulo na abordagem da insuficiência cardíaca

Um novo capítulo no tratamento da insuficiência cardíaca está sendo escrito. O promissor medicamento valsartan-sacubitril (Entresto®, da Novartis®), que noticiamos o lançamento em julho deste ano (vide matéria aqui) continua a exibir bons resultados no estudo PARADIGM-HF. No recente encontro anual da sociedade americana de insuficiência cardíaca, novos resultados parciais foram divulgados, confirmando o caráter promissor da nova classe de medicamentos …

Leia Mais »

Exercício de alta intensidade melhora função cardíaca em pacientes com diabetes.

O diabetes é uma das doenças que mais aumenta o risco de eventos cardiovasculares. A lesão inflamatória desencadeada por esta patologia é responsável por um grande número de infartos e AVCs todos os anos. No Brasil estimam-se que há 12 milhões de diabéticos, sendo um dos países com mais pacientes com esta doença no mundo. Todos os cuidados relacionados ao controle …

Leia Mais »

Café: o novo vilão das doenças cardiovasculares

O Brasil é um alto produtor de café e nós médicos somos um dos profissionais que utilizam desta bebida em seu dia a dia. Seja para encarar o longos plantões noturnos ou as matutinas sessões de casos clínicos, o café faz parte da rotina. Esse hábito é parte da vida de quase toda população. O brasileiro gosta do café, puro …

Leia Mais »

Dor torácica atípica na emergência: Estamos salvando vidas ou agregando risco?

A expressão “dor torácica atípica” ou “de baixo risco para síndrome coronariana aguda” tem sido empregada por anos para designar os quadros de dor no peito que não se aproximam do quadro clássico das síndromes coronarianas. Sua importância no atendimento de emergência para definição de conduta é fundamental, tratando-se do grande divisor de águas em abordagem terapêutica, afinal, esta classificação, …

Leia Mais »

Alto consumo de chocolate pode reduzir risco de doença cardiovascular e cerebrovascular

Estudo britânico, publicado pela famosa revista Heart, com quase 21000 adultos (EPIC-Norfolk) mostrou que o grupo de maior consumo de chocolate apresentou um risco 11% menor de doença arterial coronariana, 25% menor risco de morte relacionada a doença cardiovascular e 23% menor risco de acidente vascular encefálico em um seguimento de 12 anos. Como os grupos do estudo foram divididos …

Leia Mais »

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.