Leia mais:
Leia mais:
Whitebook: como fazer a investigação laboratorial do hipogonadismo masculino?
Highlights do ENDO 2022 [podcast]
ENDO 2022: Tratar hipotireoidismo com levotiroxina é suficiente
ENDO 2022: Reposição de testosterona: quando e para quem
ENDO 2022: veja a cobertura completa do congresso da Endocrine Society

Highlights do ENDO 2022 [podcast]

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O ENDO 2022, congresso da Endocrine Society (sociedade americana de endocrinologia) aconteceu entre os dias 11 e 14/06 em Atlanta, nos EUA, em esquema híbrido, e a PEBMED fez a cobertura completa. Esse é um dos congressos mais importantes em endocrinologia geral e é uma oportunidade para atualização e discussão de temas importantes, como tireoide, adrenais e hipertensão endócrina, hipogonadismo, saúde e metabolismo ósseo, dentre outros tópicos importantes.

No episódio de hoje, trouxemos revisões de assuntos relevantes e controversos dentro da endocrinologia, baseados em evidência, que podem ser úteis e gerar mudanças na prática clínica.

Para mais conteúdos como esse, acompanhe nosso canal no Spotify!

ENDO 2022

Assuntos comentados no Podcast:

Hiperaldosteronismo primário – o “silent killer”

O hiperaldosteronismo primário (HAP) é uma doença considerada rara, mas muito porque é subdiagnosticada. Estima-se que sua real prevalência dentre todos os hipertensos possa ser de até 14%, sendo que o hiperaldosteronismo aumenta o risco cardiovascular de forma independente dos níveis pressóricos, já que a aldosterona tem um papel direto em vasos e no miocárdio. Avaliar de forma cuidadosa e pensar neste diagnóstico é fundamental para evitar complicações cardiovasculares.

Consequências a longo prazo do tratamento do hipertireoidismo

É sabido que o tratamento medicamentoso da doença de Graves é preferido pelos pacientes, pode evitar exposição à radiação ionizante do radioiodo e evitar riscos relacionados a uma tireoidectomia total, além de ser uma forma mais adequada de tratamento na presença de oftalmopatia. No entanto, existe uma alta taxa de recorrência e não-remissão quando mantidos por 12 a 18 meses de uso de antitireoidianos. Existem dados a longo prazo com esse tratamento – as respostas parecem ser melhores, com baixo risco de efeitos colaterais significativos.

Hipotireoidismo: tratar com levotiroxina é suficiente?

É frequente que pacientes com hipotireoidismo, mesmo com TSH em níveis adequados, ainda apresentem sintomas como cansaço, dificuldade para manutenção do peso e concentração. Mas afinal, existe uma justificativa fisiopatológica? Dar T3 para esses pacientes pode ajudar no controle desses sintomas?

Denosumab na osteoporose

O Denosumab é um anticorpo anti RankL, capaz de gerar um ganho progressivo em massa óssea ao longo do seu tratamento. O problema é que só existem dados de segurança por até dez anos de uso e, após sua suspensão, existe uma perda de massa óssea que pode gerar maior risco de fratura, sobretudo em pacientes de alto risco, onde há inclusive risco de múltiplas fraturas vertebrais. Considerando que é uma boa opção de tratamento enquanto seu uso vigente, o que fazer quando parar essa medicação?

Hipogonadismo: quem de fato precisa repor testosterona?

Por fim, a palestra do Dr. Jayasena trouxe alguns hot topics na avaliação de pacientes com suspeita de hipogonadismo. O primeiro ponto é que sintomas inespecíficos como fadiga, indisposição e baixa massa muscular nunca devem de forma isolada justificar a reposição hormonal, uma vez que são maus preditores de resposta clínica. Falamos sobre quais sintomas são os mais específicos, quais cuidados tomar no diagnóstico e tratamento dessa condição.

Confira também por outros players:

Siga também a PEBMED no Instagram, Facebook, Twitter e no YouTube.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.