Página Principal > Endocrinologia > Endocrinologia e Metabologia: o que você precisa saber sobre essa especialidade
paciente em consulta com endocrinologista

Endocrinologia e Metabologia: o que você precisa saber sobre essa especialidade

Como parte da nossa série de artigos sobre Residência e as especialidades médicas, hoje a Dra. Mirella Hansen de Almeida fala tudo sobre a Endocrinologia.

1) O que é?

A Endocrinologia é a especialidade médica que se dedica ao estudo e à análise das glândulas endócrinas, suas doenças e suas funções. Como pré-requisito para a especialidade, são necessários 2 anos de residência de Clínica Médica e, então, mais 2 anos de residência em Endocrinologia.

Essa é uma especialidade eminentemente ambulatorial, com poucas urgências e eventuais internações para acompanhamento dos pacientes que evoluem com alguma descompensação clínica.

2) Como é o dia a dia?

O dia a dia do endocrinologista pode, às vezes, ser solitário, pois por ser uma especialidade ambulatorial, a maior parte do tempo o endócrino está no consultório frente a frente com o paciente.

Na minha prática, escolhi estar vinculada a um hospital geral, onde faço parte da equipe de Endocrinologia e atendo uma gama variada de patologias, já que várias outras especialidades interagem entre si.

Além disso, a atividade acadêmica ajuda a enriquecer meu cotidiano. Temos um serviço com Residência Médica e a preceptoria dos residentes com certeza ajuda a nos manter sempre atualizados. E é claro, o atendimento no meu consultório, completa o meu cotidiano.

3) Oportunidades de trabalho:

As oportunidades de trabalho são variadas:

  1. Atendimento em ambulatório/consultório
  2. Médico responsável pelo setor de provas funcionais em laboratórios de análises clínicas
  3. Aulas para graduação e pós graduação em endocrinologia
  4. Parecerista em hospital geral

4) Número de especialistas:

No momento, temos aproximadamente 4.300 endocrinologistas registrados pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

5) Curiosidade(s):

– A descoberta da tireoide é atribuída a Thomas Warton, em 1656, enquanto realizava uma pesquisa sobre glândulas. Na época, acreditava-se que a função da tireoide era apenas estética. Somente no século XIX, foi possível confirmar sua importância.

6) Especialidades correlacionadas:

A Endocrinologia interage com diversas outras especialidades, destacando-se principalmente a Dermatologia, Ginecologia e Obstetrícia, além da Gastroenterologia, Neurologia, Reumatologia e Cardiologia.

7) Área de atuação:

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, as principais áreas de atuação do endocrinologista são as seguintes:

  • Andropausa
  • Colesterol e Triglicerídeos
  • Crescimento
  • Diabetes
  • Distúrbios da Menstruação
  • Distúrbios da Puberdade
  • Doenças da Glândula Supra-Renal
  • Doenças da Hipófise
  • Excesso de Pelos
  • Obesidade
  • Osteoporose
  • Reposição Hormonal da Menopausa
  • Tireoide

8) Mensagem para quem quer seguir essa especialidade:

Para os estudantes interessados em seguir por esta jornada, estejam preparados para estudar bastante fisiologia e Clínica Médica, pois assim vocês estarão construindo uma a base sólida para um futuro brilhante como endocrinologistas.

*Os artigos sobre as especialidades médicas foram produzidos em parceria com a Associação Nacional de Médicos Residentes

Veja abaixo as outras especialidades que já falamos!

Autora:

Referências:

2 Comentários

  1. Gostaria de saber se para idade óssea de 13 anos e meio ,tem tratamento para crescer ???minhs filha fez tratamento para bloquear a puberdade e já terminou , porém estou preocupada se ainda vai crescer , está com 1,47 cm obrigada

    Regina Luz.

    • Ana Carolina Pomodoro

      Olá, Regina! Sou Ana Carolina, médica e colunista da Pebmed. Recomendamos que procure atendimento médico para sua filha a fim de sanar suas dúvidas, uma vez que é necessário fazer exame físico completo além de avaliar toda a história dela. Para saber as principais informações do meio médico, lhe convidamos a continuar acompanhando e participando de nosso portal. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.