ACC 2022: qual o impacto de leaks residuais após oclusão do apêndice atrial?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Em pacientes com fibrilação atrial e alto risco de sangramento, há uma contraindicação para uso de NOAC. Neste cenário, a oclusão do apêndice (auriculeta) atrial esquerdo é uma opção eficaz para reduzir risco de eventos tromboembólicos. Porém, em alguns casos, pode haver a presença de um leak, um vazamento de sangue ao redor do oclusor, que é considerado relevante quando >= 5 mm. A dúvida é o tamanho do risco para os pacientes e se é necessário uma nova intervenção.

leak após oclusão de apêndice atrial

LAAO Registry

No estudo LAAO Registry, divulgado no congresso do American College of Cardiology (ACC 2022), foi apresentada uma coorte com 51.300 pacientes com o oclusor nos Estados Unidos. A maioria (73%) não tem leak, 25,8% com leak até 5 mm, e só 0,7% com leak maior que 5 mm. Os maiores leaks ocorreram em pacientes com maior orifício do apêndice atrial, miocardiopatia e fibrilação atrial permanente.

Os resultados mostraram que a presença de um leak, mesmo pequeno, foi associado com risco 15% maior em eventos tromboembólicos, apesar da taxa absoluta ser pequena (3% de eventos em pacientes sem leak e 3,5% naqueles com algum leak). A mortalidade não foi diferente entre os grupos.

Mensagem prática

O oclusor é eficaz e o ideal é o posicionamento sem leak. Quando isso não é possível, o médico deve avaliar com o paciente o risco x benefício de três opções: tentar reposicionar, deixar como está ou reiniciar anticoagulação – sempre lembrando que o risco absoluto de evento é baixo (3%). Apenas com um ensaio clínico conseguiremos a resposta definitiva para essas opções.

Estamos acompanhando o congresso americano de cardiologia. Fique ligado no Portal PEBMED e em nosso Twitter e Instagram.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
#Alkhouli M, et al. Clinical Impact of Residual Leaks Following Left Atrial Appendage Occlusion: Insights From the NCDR LAAO Registry. J Am Coll Cardiol EP. Apr 03, 2022. Epublished DOI: 10.1016/j.jacep.2022.03.001
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.