Página Principal > Residência Médica > Reumatologia: bom embasamento clínico é fundamental para atuação
paciente idoso com dor sendo examinado por médica

Reumatologia: bom embasamento clínico é fundamental para atuação

Continuando nosso especial de artigos sobre Residência e as especialidades médicas, hoje o Dr. Gustavo Balbi fala tudo que você precisa saber sobre a Reumatologia.

1) O que é?

A Reumatologia é uma especialidade clínica que cuida basicamente de dois grupos de doença: as doenças musculoesqueléticas, que são as que envolvem cuidados com as articulações, ossos e músculos; e as doenças autoimunes, como lúpus eritematoso sistêmico, esclerose sistêmica e miopatias inflamatórias.

2) Como é o dia a dia?

A Reumatologia é uma especialidade iminentemente ambulatorial, a maior parte das nossas atividades é feita em consultório ou ambulatório. Quando o paciente complica, o especialista acaba tendo algum contato com o ambiente hospitalar, mas essa relação difere de outras especialidades nas quais o foco é primariamente hospitalar, como as especialidades cirúrgicas, cardiologia intervencionista e outras especialidades clínicas com foco no hospital.

3) Oportunidades de trabalho:

Como mencionado anteriormente, o reumatologista pode atuar tanto em consultórios quanto em ambulatórios.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

4) Curiosidade(s):

– Apesar de ser uma especialidade muito prevalente, existem poucos reumatologistas que exercem Reumatologia no Brasil. Nos dados demográficos médicos de 2015, existiam aproximadamente 2 mil reumatologistas no Brasil, o que representa menos de 1% dos médicos formados atuando no país.

5) Especialidades correlacionadas:

Como as doenças reumatológicas geralmente têm acometimento sistêmico, principalmente as autoimunes, o especialista tem interface com várias outras especialidades como Oftalmologia, Dermatologia, Otorrinolaringologia, Nefrologia e Pneumologia.

6) Área de atuação:

A maior parte das nossas atividades é no consultório, mas existem outras possibilidades de atuação, seja com ultrassonografia, que tem crescido cada vez mais na especialidade como uma ferramenta de auxílio no diagnóstico e manejo clínico do paciente; ou com procedimentos, como infiltrações articulares, biópsias musculares, ósseas, labiais, etc. Todas essas fazem parte da formação do reumatologista.

7) Mensagem para quem quer seguir essa especialidade:

Por ser uma especialidade com muitas doenças sistêmicas, de acometimento de diferentes órgãos, é importante fazer uma boa Residência de Clínica Médica para ter um bom embasamento clínico, para que ele possa atuar de maneira mais eficaz frente ao paciente.

*Os artigos sobre as especialidades médicas foram produzidos em parceria com a Associação Nacional de Médicos Residentes

Veja as outras especialidades que já falamos por aqui!

Autor:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.