Página Principal > Hematologia > Hematologia e Hemoterapia: ótima escolha para quem gosta de variar no trabalho
corrente sanguinea

Hematologia e Hemoterapia: ótima escolha para quem gosta de variar no trabalho

Continuando nosso especial com artigos sobre Residência e as especialidades médicas, hoje é dia de falar sobre a Hematologia e Hemoterapia com o Dr. Kallic Fonseca.

1) O que é?

A Hematologia e Hemoterapia é a especialidade responsável por investigar, diagnosticar e tratar os distúrbios do sangue, sejam eles benignos ou malignos do ponto de vista patológico, e por todos os procedimentos relacionados à transfusão de sangue.

A formação necessária para formar o hematologista envolve dois anos de Residência Médica em pré-requisito de Clínica Médica e mais dois anos em Hematologia e Hemoterapia, com um terceiro ano opcional em transplante de medula óssea.

2) Como é o dia a dia?

A rotina do hematologista envolve a assistência a pacientes já diagnosticados ou em investigação, seja em consultório ou em hospitais, além de atendimento como parecerista para outras especialidades. No caso de neoplasias hematológicas, a prescrição da quimioterapia faz parte do escopo. Para auxiliar no diagnostico e tratamento, o profissional pode lançar mão de exames complementares como aspirado de medula óssea, punção lombar e hematoscopia.

3) Oportunidades de trabalho:

A Hematologia é uma especialidade com procura menor do que a maioria das outras especialidades clínicas, com isso – e aliado ao fato de as áreas de atuação serem diversas como será visto a seguir – as oportunidades de trabalho são maiores e envolvem desde o contato direto com o paciente até atividades em laboratórios e/ou burocráticas.

4) Número de especialistas:

No momento, temos aproximadamente 2.300 hematologistas registrados pela Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

5) Curiosidade(s):

– A especialidade é uma das que mais avança em novos tratamentos e técnicas diagnosticas graças a genética. Além disso, também apresenta uma variada gama de oportunidades de trabalho e atendimento a adultos e crianças. Essa heterogeneidade de cargos – que vão desde médico hospitalista até coordenador de banco de sangue – fazem da especialidade uma ótima escolha para quem gosta de variar no ambiente de trabalho.

6) Especialidades correlacionadas:

A especialidade se relaciona com praticamente todas as outras áreas clinicas, com destaque para a Reumatologia e Oncologia.

7) Área de atuação:

O hematologista poderá atuar na assistência direta aos pacientes, seja em consultórios, hospitais e centros de transplante de medula óssea, assim como pode trabalhar na supervisão de laboratórios de analises clínicas e bancos de sangue. A área de pesquisa também vem crescendo com diversas linhas de pesquisa para diferentes doenças do sangue.

8) Mensagem para quem quer seguir essa especialidade:

Como toda especialidade clínica, o olhar atento e cuidadoso para o paciente deve ser o norte do medico hematologista. A forma de ouvir e entender seus desejos e medos se faz imperativa ainda mais quando se trata de doenças malignas que necessitam de tratamento quimioterápico. O conhecimento das bases da genética também é ferramenta importante para o melhor entendimento da área, merecendo atenção especial para os interessados em seguir carreira. Boa sorte para os que escolherem essa especialidade, que é motivo de orgulho para todos que optam por segui-la.

*Os artigos sobre as especialidades médicas foram produzidos em parceria com a Associação Nacional de Médicos Residentes

Veja as outras especialidades que já falamos por aqui!

Autor:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.