Página Principal > Cirurgia > Cirurgia de Mão: grandes desafios e carência de especialistas
medicos atuando em uma cirurgia

Cirurgia de Mão: grandes desafios e carência de especialistas

Hoje, o Dr. Daniel Jácome nos conta um pouco sobre Cirurgia de Mão na nossa série de artigos sobre Residência e as especialidades médicas.

1) O que é?

O cirurgião de mão é o médico responsável por reparar e reconstruir lesões ósseas, tendinosas, ligamentares, nervosas, musculares e de cobertura cutânea nas mãos, punhos e cotovelos. Também atua no tratamento de doenças degenerativas e deformidades congênitas de mãos e punhos. Além disso, esse profissional possui treinamento em microcirurgia o que o habilita a realizar reimplantes de segmentos amputados, transferência de tecidos à distância (retalhos microcirúrgicos), bem como realizar reparo de lesões de nervos periféricos não só nas mãos, mas em todo o corpo (membros superiores, membros inferiores e plexo braquial).

O tempo de especialização em Cirurgia da Mão é de 2 anos de Residência Médica e requer como pré-requisito formação em Ortopedia e Traumatologia ou Cirurgia Plástica. Para seguir essa especialidade, o profissional deve gostar de técnicas cirúrgicas complexas e delicadas numa área de atuação exclusiva e estar habituado a fazer procedimentos reconstrutivos não só na mão, mas em qualquer lugar do corpo. Definitivamente, rotina não é algo frequente na especialidade.

2) Como é o dia a dia?

As patologias que afetam as mãos, punhos e cotovelos são de diferentes origens (traumáticas, tumorais, degenerativas e congênitas) o que torna o dia a dia do cirurgião de mão sempre desafiador. A infinidade de estruturas específicas (osso, tendão, nervo, vasos, cobertura cutânea especializada, entre outros) faz com que esse profissional tenha que dominar uma gama de habilidades distintas que serão aplicadas no dia a dia, incluindo a fixação de fraturas (com fios de metal, placas e parafusos, âncoras e etc), reparos tendinosos, microneurorrafias (suturas de nervos periféricos que envolvem o uso de microscópios), micro e macroanastomoses de vasos, entre outros procedimentos. Isso deixa o Cirurgião de Mão constantemente em contato com casos diferentes e desafiadores, exigindo que esse profissional esteja sempre estudando e se atualizando.

3) Oportunidades de trabalho:

Existem vários locais onde este profissional é essencial e encontrará oportunidades de trabalho. Dentre os principais serviços, podemos destacar: hospitais públicos e particulares de médio e grande porte que façam atendimento de emergência, devido a infinidade de lesões traumáticas que ocorrem nas mãos e outros segmentos do corpo que envolvem lesões de nervos periféricos e defeitos de partes moles; hospitais universitários; clínicas ambulatoriais; hospitais pediátricos para tratar das deformidades congênitas; centros de pesquisas clínicas; além de consultório particular. O cirurgião de mão poderá atuar tanto no diagnóstico (realizando exames especializados e biópsias), quanto no tratamento conservador (com imobilizações, órteses e infiltrações) e tratamento cirúrgico das patologias do membro superior.

4) Número de especialistas:

Atualmente temos 663 profissionais registrados na Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão (2016).

5) Curiosidades:

A especialidade em Cirurgia da Mão vêm evoluindo constantemente. Com os avanços tecnológicos, farmacológicos e de técnicas cirúrgicas, já vem sendo realizado há algum tempo procedimentos extremamente complexos, como, por exemplo, o transplante completo de mão de cadáver para pacientes que sofreram amputação traumática.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

6) Especialidades correlacionadas:

Diversas outras especialidades estão correlacionadas com a cirurgia da mão. Em especial podemos citar a Ortopedia e Traumatologia e as diversas lesões traumáticas e degenerativas do aparelho osteomuscular, especialmente no membro superior, que fazem esses profissionais estarem sempre atuando em parceria. Além disso, a Cirurgia Plástica e a Microcirurgia também abrangem o campo de cirurgia da mão nos diversos procedimentos reconstrutivos que ocorrem não só na mão, mas em todo o corpo. Outra grande parceria se dá com os Pediatras devido às infinidades de anomalias congênitas no membro superior (é o segundo local mais frequente de anomalias congênitas).

Importante também citar o trabalho multiprofissional com os fisioterapeutas e terapeutas de mão, que são fundamentais na reabilitação dos pacientes.

7) Área de atuação:

O especialista em cirurgia da mão irá atuar nas lesões traumáticas, degenerativas, tumorais e congênitas da mão, punho e cotovelo. Além disso, pelo seu treinamento em microcirurgia, estará apto a atuar no reimplate de segmentos amputados e retalhos microcirúrgicos (para cobertura de grandes defeitos de partes moles, sejam eles traumáticos, tumorais ou por outras causas, em qualquer parte do corpo). Também poderá atuar na reconstrução do plexo braquial e de nervos periféricos em membros superiores e inferiores. Trata-se de uma especialidade médica com campos de atuação tanto nas emergências (muito comuns), quanto nas diversas patologias de tratamento eletivo.

8) Mensagem para quem quer seguir essa especialidade:

Sem dúvida é uma especialidade completa, com grandes desafios e que exige dedicação e longa curva de aprendizado. O mercado oferece diversas oportunidades de trabalho e ainda existem muitas regiões do país com carência total em especialistas de Cirurgia da Mão.

*Os artigos sobre as especialidades médicas foram produzidos em parceria com a Associação Nacional de Médicos Residentes

Veja as outras especialidades que já falamos por aqui!

Autor:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.